Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Afeganistão. Biden afirma que saída dos EUA prossegue a bom ritmo

24 ago, 2021 - 22:32 • Redação

De acordo com o presidente dos EUA, já foram retiradas 75.900 pessoas, desde julho, do Afeganistão.

A+ / A-

O presidente dos Estados Unidos (EUA) acredita que o país está "num bom ritmo" para terminar a sua retirada do Afeganistão, antes de 31 de agosto - o prazo acordado com os talibã.

Numa declaração à imprensa, esta terça-feira, Joe Biden afirmou que está a ser feito um "progresso significativo" na saída das tropas norte-americanas do país afegão.

"Quanto mais rápido formos, melhor. Cada dia que passa é um risco para os nossos militares", avisou o chefe de Estado norte-americano.

Joe Biden revelou que deu instruções ao Pentágono para criar "planos de contigência", caso o prazo de 31 de agosto não consiga ser cumprido.

Sobre a reunião dos G7, o presidente dos EUA considera que se tratou de "uma discussão produtiva sobre como coordenar a abordagem relativamente ao Afeganistão".

"Os G7 concordam que a legitimidade de qualquer governo afegão depende do cumprimento de obrigações internacionais, incluindo impedir que o Afeganistão seja usado como base de operações terroristas", explicou Joe Biden.

"Não vamos confiar nas palavras dos talibãs, mas sim julgar as suas ações", acrescentou.

De acordo com o presidente dos EUA, já foram retiradas 75.900 pessoas, desde julho, do Afeganistão.

"Estes números são uma prova dos esforços dos nossos militares, dos nossos diplomatas e dos nossos aliados que estão em Cabul", realçou Joe Biden.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+