Tempo
|
A+ / A-

CPLP: João Lourenço espera que cimeira defina rumo do mandato de Angola

17 jul, 2021 - 11:41 • Lusa

O facto de a reunião ser presencial é "revelador da importância" os países atribuem à organização", que constitui uma "plataforma multilateral de coordenação de ideias e de articulação de ações", disse João Lourenço, na sessão de abertura da reunião.

A+ / A-

O Presidente angolano, João Lourenço, afirmou este sábado que a XIII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) constitui o ponto de partida para o rumo do mandato de Angola na organização.

Na sessão de abertura, João Lourenço agradeceu a presença dos líderes dos Estados-membros, numa reunião magna que permitirá definir as ações para o mandato.

"O objetivo é definirmos o rumo a seguir da nossa organização para os próximos dois anos", explicou o chefe de Estado angolano.

"Em nome do executivo que dirijo, desejo a todos as boas-vindas a Angola e espero que possam desfrutar da hospitalidade, solidariedade e amizade do povo angolano para com os nossos países amigos da comunidade lusófona", acrescentou. .

O facto de a reunião ser presencial é "revelador da importância" os países atribuem à organização", que constitui uma "plataforma multilateral de coordenação de ideias e de articulação de ações", disse ainda João Lourenço, na sessão de abertura da reunião.

Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste são os nove Estados-membros da CPLP, que hoje celebra 25 anos. .

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+