Tempo
|
A+ / A-

Bilionário Richard Branson termina viagem ao espaço

11 jul, 2021 - 15:56 • Hélio Carvalho

A viagem do Virgin Galactic de cerca de uma hora foi bem sucedida. O voo está a ser transmitido em direto.

A+ / A-

O bilionário Richard Branson, fundador do grupo Virgin, concluiu com sucesso a viagem ao espaço a bordo do foguetão VSS Unity da Virgin Galactic, que descolou do Novo México, nos Estados Unidos, este domingo.

A viagem do novo astronauta durou cerca de uma hora, com mais cinco especialistas a bordo. O foguetão atingiu uma altitude de 90 quilómetros acima da superfície da terra, oferecendo alguma sensação de microgravidade - além da paisagem ser única.

No interior da nave, Branson deu um discurso motivacional aos restantes passageiros e foi visto a sorrir durante a aterragem.

O SpaceShipTwo, onde estão os passageiros, largou a nave mãe e, depois de uma aceleração rápida, continuou a subir para além da atmosfera terrestre. Depois, os passageiros tiveram cerca de quatro minutos de microgravidade, onde puderam sair dos lugares e olhar pela janela.

Seguiu-se uma descida de volta ao solo, no Novo México, onde a nave planou de volta à terra.

Foi a quarta missão tripulada do VSS Unity além da atmosfera terrestre, mas foi a primeira com passageiros.

Mas Branson espera que não seja a última. O principal objetivo é fazer da viagem o início do turismo espacial, um caminho que tem valido à Virgin (e a Branson) um investimento multimilionário e anos de investigação.

Várias centenas de passageiros já reservaram bilhetes para as próximas viagens espaciais, que estão disponíveis pela módica quantia de cerca de 250 mil dólares (cerca de 210 mil euros).

Com Branson a bordo estão os funcionários da Virgin Beth Moses (instrutora principal da Virgin Galactic), Colin Bennett (engenheiro de operações principal), Sirisha Bandla (vice-presidente de assuntos governamentais). Os dois pilotos são Dave Mackay e Michael Masucci.

O bilionário tem como papel oficial avaliar "a experiência do astronauta privado", mostrando como é a viagem, desde a qualidade à segurança do protótipo.

O voo deste domingo é o pico da carreira de Richard Branson, mas não será o único rico a viajar por ares pouco navegados. Jeff Bezos, fundador da Amazon, vai viajar no dia 20 de julho no foguetão da sua própria empresa espacial, a Blue Origin.

E além dos dois viajantes, está ainda em cena Elon Musk, cujo investimento na Space X já teve como principais resultados o transporte de astronautas para a Estação Espacial Internacional - e a empresa tornou-se na primeira entidade privada a transportar astronautas.

[Notícia atualizada às 16h53]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+