Tempo
|
A+ / A-

Quer ir espreitar o espaço? Nos EUA há uma empresa que o leva de balão

24 jun, 2021 - 07:53 • Marta Grosso com CNN

Por mais de 100 mil euros, pode reservar um voo para 2024 e ver a Terra numa perspetiva de 360 graus. A partida será da Flórida.

A+ / A-

Uma versão tecnológica de um balão de ar quente é a proposta de uma empresa da Flórida, nos Estados Unidos, para levar passageiros até à fronteira do espaço. A viagem demora seis horas e 39 minutos e custa 125 mil dólares (quase 105 mil euros) por pessoa.

O balão é uma cápsula pressurizada, suspensa por um enorme dirigível. Lá dentro, pode transportar um piloto e oito passageiros.

“Estamos decididos a mudar a maneira como as pessoas têm acesso ao espaço – tanto para realizar investigações necessárias à melhoria da vida na Terra como para alterar a maneira como vemos e nos conectamos com nosso planeta”, afirmou a fundadora e co-CEO da Space Perspective, Jane Poynter, no ano passado.

O voo inaugural aconteceu no dia 18 de junho e permitiu o acompanhamento do nascer do sol na Terra. Agora, a empresa está a aceitar reservas para o início de 2024. A bordo estão garantidas bebidas (um bar) e acesso às redes sociais.

Após as mais de seis horas de viagem, os passageiros podem desfrutar a vista de 360 graus da cabine. O balão desce depois em direção ao oceano, onde os passageiros passam para um navio que os leva para terra.

“Queríamos ter certeza de que os passageiros teriam uma visão desobstruída de 360 graus e que criamos um espaço eficiente que permitisse que se movimentassem durante a viagem”, diz Nigel Goode, designer e co-fundador da PriestmanGoode.

Os voos partem da Flórida, mas a empresa pretende criar pontos de lançamento da cápsula noutros locais do mundo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+