Tempo
|
A+ / A-

Tribunal obriga AstraZeneca a entregar 50 mihões de vacinas à UE

18 jun, 2021 - 17:11 • Lusa

Em caso de incumprimento destes prazos de entrega, a AstraZeneca terá de pagar uma penalização de 10 euros por dose não entregue.

A+ / A-

Veja também:


A justiça belga ordenou hoje à farmacêutica AstraZeneca que entregue 50 milhões de doses da vacina para a covid-19 à União Europeia (UE) até 27 de setembro, menos do que a Comissão, em nome do bloco, exigia.

Segundo um comunicado do executivo comunitário, o Tribunal de Primeira Instância de Bruxelas, que hoje deliberou sobre a providência cautelar interposta pelo executivo comunitário e os Estados-membros, ordenou à farmacêutica anglo-sueca que entregue 15 milhões doses até às 9h00 (8h00 de Lisboa) de dia 26 de julho, 20 milhões até 23 de agosto e outros 15 milhões até 27 de setembro.

Em caso de incumprimento destes prazos de entrega, a AstraZeneca terá de pagar uma penalização de 10 euros por dose não entregue.

Segundo o contrato celebrado em agosto de 2020, a farmacêutica deveria ter entregado 120 milhões de doses no primeiro trimestre, mas apenas forneceu 30 milhões à UE, que recorreu à justiça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+