Tempo
|
A+ / A-

Médio Oriente

Onze dias depois, Israel aprovou cessar-fogo unilateral na Faixa de Gaza

20 mai, 2021 - 20:38 • Redação com agências

Informação foi avançada esta quinta-feira por um jornal israelita, citando o gabinete de segurança do primeiro-ministro de Israel. O Hamas também confirma tréguas "mútuas e simultâneas" a partir das 02h00 de sexta-feira.

A+ / A-

O gabinete de segurança do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, aprovou esta quinta-feira um cessar-fogo unilateral na Faixa de Gaza.

A informação foi avançada no Twitter, sem mais detalhes, por Itamar Eichner, correspondente diplomático do jornal Yedioth Ahronoth.

A decisão do governo de Telavive terá sido tomada na sequência da pressão exercida pelos Estados Unidos.

Também o Hamas confirma que entrará em vigor uma trégua "mútua e simultânea" em Gaza a partir das 02h00 desta sexta-feira (00h00 em Portugal).

Contudo, ao longo desta quinta-feira, registaram-se bombardeamentos em Gaza, que tiveram como retaliação o disparo de "rockets" contra Israel a partir de solo palestiniano.

Nos últimos 11 dias, o conflito provocou mais de 230 mortos, a maior parte do lado palestiniano.

[notícia atualizada às 00h36]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+