Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Coronavírus

Reino Unido identifica mais casos da variante P1 descoberta no Brasil

11 mar, 2021 - 19:23 • Lusa

No total, morreram no Reino Unido 125.168 pessoas entre 4.241.677 casos de contágio confirmados desde o início da pandemia Covid-19.

A+ / A-

Veja também:


O Reino Unido registou 181 mortes e 6.753 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, divulgou o Governo britânico, que confirmou esta quinta-feira mais quatro casos da variante P1, detetada no Brasil.

Numa altura em que se regista uma queda nas taxas de casos do novo coronavírus em todo o país, a direção geral da Saúde de Inglaterra (Public Health England) anunciou que mais quatro casos variantes foram confirmados, elevando o total para 10 em Inglaterra e na Escócia.

A variante, P1 e detetada pela primeira vez na cidade brasileira de Manaus, foi classificada pelas autoridades britânicas como "variante preocupante” devido ao receio que a resistência à vacina possa agravar a situação no país, que começou esta semana a aliviar o confinamento.

No total, morreram no Reino Unido 125.168 pessoas entre 4.241.677 casos de contágio confirmados desde o início da pandemia Covid-19.

Na quarta-feira tinham sido notificadas 190 mortes e 5.926 casos, mas a média dos últimos sete dias é de 163 mortes e 5.760 infeções.

Até agora, 23.053.716 pessoas receberam a primeira dose de uma vacina contra o novo coronavírus, das quais 1.351.515 receberam uma segunda dose, a qual é administrada com um intervalo de até 12 semanas.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.611.162 mortos no mundo, resultantes de mais de 117,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.617 pessoas dos 811.948 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+