Tempo
|
A+ / A-

Navalny fica 30 dias detido. "Não tenham medo, saiam à rua. Não saiam por mim, mas por vocês"

18 jan, 2021 - 16:41 • Redação com Reuters

No domingo, na primeira vez que tentou regressar à Rússia desde que foi envenenado em agosto, Navalny foi detido no aeroporto de Moscovo.

A+ / A-

O advogado e opositor russo Alexei Navalny pediu esta segunda-feira à população que saia às ruas em protesto contra a forma como está a ser tratado desde que foi detido no domingo à chegada a Moscovo, depois de vários meses internado na Alemanha após uma tentativa de envenenamento.

Num vídeo publicado no YouTube após um juiz ter ordenado a sua prisão preventiva por 30 dias, Navalny surge a apelar aos conterrâneos russos: "Não tenham medo, saiam à rua. Não saiam por mim, saiam por vocês e pelo vosso futuro."

Navalny sofreu uma tentativa de envenenamento na Sibéria em agosto do ano passado, com recurso a um agente neurotóxico. Acabaria por ser transferido para um hospital de Berlim, onde esteve internado em coma.

Ontem, na primeira vez que tentou regressar ao país, foi detido no aeroporto de Moscovo sob acusações de "múltiplas violações do seu período probatório".

Desde que acordou do coma, Navalny tem acusado diretamente o Governo de Vladimir Putin de estar por trás do envenenamento. A ONU e os países ocidentais já exigiram a sua libertação imediata, com alguns a pedirem renovadas sanções contra a Rússia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+