Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

EUA ultrapassam os 300 mil mortos por Covid-19

14 dez, 2020 - 20:28 • Reuters

O número de mortos nos EUA é duas vezes e meia superior ao do vizinho Canadá, per capita. Esta segunda-feira foi administrada a primeira vacina, em Nova Iorque, o estado que é o epicentro da pandemia naquele país.

A+ / A-

Veja também:


Os Estados Unidos da América ultrapassaram esta segunda-feira os 300 mil mortos por Covid-19, de acordo com o registo da agência Reuters, confirmando o seu estatuto de país mais duramente atingido pela pandemia, em valores brutos.

A passagem da barreira dos 300 mil mortos coincide com o primeiro dia de vacinação naquele país, utilizando a vacina da Pfizer.

O início da inoculação foi apresentado como uma vitória e o renovar da esperança para um país que está a atravessar o pico de infeções desde que a pandemia começou. Ao longo das últimas semanas os EUA registaram mais de 3.000 mortos por dia em mais do que uma ocasião. Em menos de um mês morreram 50 mil pessoas.

Os estados com números mais elevados de infetados e de mortos nas últimas semanas são o Dacota do Sul e o Dacota do Norte, mas Nova Jérsia e Nova Iorque continuam a liderar em termos globais. Ao todo, nos Estados Unidos, houve 16 milhões de casos positivos.

Em termos regionais, os EUA estão a registar 2.5 vezes mais mortes, per capita, do que o vizinho Canadá.

A situação nos hospitais está já dramática, com muitos serviços de cuidados intensivos já repletos. O número de doentes com Covid-19 hospitalizados é agora de 108 mil, o mais alto desde que o primeiro caso foi registado em janeiro de 2020.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+