Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

China torna-se no segundo país a hastear bandeira na Lua

04 dez, 2020 - 19:25

Cinco décadas depois dos Estados Unidos, missão chinesa colocou uma bandeira no satélite natural do planeta Terra.

A+ / A-

A China tornou-se no segundo país a colocar uma bandeira na superfície da Lua, mais de 50 anos depois dos Estados Unidos.

Imagens divulgadas esta sexta-feira pela Administração Espacial da China mostram a bandeira vermelha com cinco estrelas amarelas hasteada no satélite natural do planeta Terra.

As fotografias foram captadas pelas câmaras da sonda espacial Chang'e-5, durante uma missão de recolha de material da superfície lunar, na primeira missão deste género desde os anos 1970.

A sonda aterrou num local chamado Mons Rümker, um complexo vulcânico próximo de uma região conhecida como "Oceanus Procellarum" (Oceano das Tormentas).

A missão chinesa recolheu amostras de solo e rochas e está de regresso ao planeta Terra.

A China já tinha realizado duas missões lunares nos últimos anos, mas nunca tinha hasteado a bandeira, um gesto simbólico de progresso e poder.

Os Estados Unidos colocaram a sua primeira bandeira na Lua em 1969, durante a missão Apollo 11. Outras cinco foram hasteadas até 1972.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José
    05 dez, 2020 Lisboa 10:42
    Isto é gozo não é? Só pode! Comparar o facto de há 51 anos os norte-americanos alunarem e colocarem a sua bandeira em directo e por ali terem andado a passear, com um pau espetado numa sonda é de matar a rir! Isto se não morrermos antes com o vírus chinês. Tenham noção do ridículo.

Destaques V+