Tempo
|
A+ / A-

Presidenciais EUA

Biden vence eleições com 306 delegados. Geórgia democrata pela primeira vez em 28 anos

13 nov, 2020 - 20:56 • Redação com Lusa

Desde 1992 que um candidato democrata à presidência não ganhava na Geórgia. Contra os 306 "grandes eleitores" de Biden, Trump alcançou 232. Colégio Eleitoral reúne-se a 14 de dezembro. Presidente eleito toma posse a 20 de janeiro.

A+ / A-

Os principais órgãos de comunicação social norte-americanos projetaram esta sexta-feira a vitória final do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de 3 de novembro, nos Estados Unidos, com 306 delegados ao Colégio Eleitoral, contra 232 do republicano Donald Trump.

Segundo os ‘media’ norte-americanos, entre eles a CNN e a NBC, nos dois estados em que os resultados ainda não tinham sido escrutinados, Trump ganhou na Carolina do Norte (15) e Biden foi declarado vencedor na Geórgia (16 grandes eleitores), onde um candidato democrata à presidência não vencia desde 1992 com Bill Clinton.

Com estas projeções, Biden, que, a 11 deste mês, já tinha ultrapassado os 270 delegados no Colégio Eleitoral — a metade dos 538 votos deste órgão mais um — pode ser indicado como o Presidente eleito dos Estados Unidos.

O Colégio Eleitoral é um órgão integrado por 538 delgados eleitos pelos estados em função da sua população. O candidato vencedor em cada estado, mesmo que seja por um único voto, garante todos os representantes, com exceção do Nebrasca e Maine; quem assegura um mínimo de 270 vence as eleições.

Os "grandes eleitores" levarão a sua votação a cabo no dia 14 de dezembro. Essa votação será depois certificada pelo Congresso, numa sessão marcada para 6 de janeiro de 2021. A tomada de posse do Presidente eleito acontece a 20 de janeiro.

A divisão de “Grandes Eleitores”, segundo as projeções dos principais órgãos de comunicação social norte-americanos, é a seguinte:

Trump (232): Alabama (9), Alasca (3), Arkansas (6), Carolina do Norte (15), Carolina do Sul (9), Dakota do Norte (3), Dakota do Sul (3), Florida (29), Kansas (6), Kentucky (8), Idaho (4), Indiana (11), Iowa (6) Luisiana (8), Maine-distrito 2 (1), Mississípi (6), Missuri (10), Montana (3), Nebraska-estado (2), Nebraska-distrito 1 (1), Nebraska-distrito 3 (1), Ohio (18), Oklahoma (7), Tennessee (11), Texas (38), Utah (6), Virgínia Ocidental (5) e Wyoming (3).

Biden (306): Arizona (11), Califórnia (55), Colorado (9), Connecticut (7), Delaware (3), Distrito de Colúmbia (3), Geórgia (16), Havai (4), Illinois (20), Maine-estado (2), Maine-distrito 1 (1) Maryland (10), Massachusetts (11), Michigan (16), Minesota (10), Nebraska-distrito 2 (1), Nevada (6), Nova Jersey (14), Nova York (29), Novo Hampshire (4), Novo México (5), Oregon (7), Pensilvânia (20), Rhode Island (4), Vermont (3), Virgínia (13), Washington (12) e Wisconsin (10).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+