Tempo
|
A+ / A-

EUA 2020

Trump garante que só vai declarar vitória se houver resultado seguro

03 nov, 2020 - 14:54 • Lusa

Sondagens dão Joe Biden como vencedor, mas Trump mostra-se confiante que as "incríveis multidões" que o seguiram nos seus comícios eleitorais irão traduzir-se em votos a seu favor.

A+ / A-

Veja também:


O candidato republicano às eleições presidenciais dos EUA, Donald Trump, disse esta terça-feira que apenas se declarará vitorioso quando e se houver resultados que garantam a sua vitória.

Nas últimas semanas, os rivais democratas revelaram o receio de que o Presidente em exercício pudesse declarar vitória perante os primeiros resultados anunciados, antes de uma contagem dos votos definitiva.

"Somente quando houver vitória", garantiu Trump, durante uma entrevista à estação televisiva Fox News, referindo-se ao momento em que poderá declarar-se mandatado para um segundo mandato.

Contudo, Trump disse estar seguro de que tem "uma hipótese muito sólida de vencer" as eleições presidenciais dos Estados Unidos que se disputam esta terça-feira.

O Presidente em exercício - que as sondagens colocam atrás do seu rival democrata, Joe Biden - considera que as "incríveis multidões" que o seguiram nos seus comícios eleitorais irão traduzir-se em votos a seu favor.

"Venceremos com grande vantagem no Texas, na Florida, no Arizona. Acho que teremos muito bons resultados na Carolina do Norte", disse Trump, referindo-se a alguns dos estados considerados mais relevantes para o desfecho final das eleições.

Trump disse também esperar "bons resultados na Pensilvânia", mas sem garantir uma vitória, no estado que muitos analistas dizem ser crucial para o candidato republicano.

O Presidente disse ainda que compreende que algumas lojas estejam a colocar taipais em frente às suas montras, com medo de eventuais cenas de violência nas ruas durante a noite eleitoral, mas acha que é triste que sintam a necessidade de o fazer.

Trump prevê que, se houver violência e tumultos, será em cidades administradas por democratas, como Chicago, Nova Iorque, Portland, Oakland e Baltimore, culpando esses autarcas por "lideranças fracas".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+