Tempo
|
A+ / A-

​Trump revela "sintomas ligeiros" de Covid-19

02 out, 2020 - 18:33 • Lusa

Presidente norte-americano, de 74 anos, mostra sinais idênticos aos de uma gripe, avança a Casa Branca.

A+ / A-

Veja também:


O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revela "sintomas ligeiros" de covid-19, depois de ter sido testado positivo com o novo coronavírus, disse esta sexta-feira a Casa Branca.

Esta madrugada, Donald Trump escreveu na sua página pessoal da rede social Twitter que, tal como a primeira-dama, Melania, tinha testado positivo com covid-19 e que iria ficar em quarentena, num anúncio que deixou o país em alerta e está a multiplicar reações em todo o mundo.

Ao final da manhã (meio da tarde em Portugal), o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que o Presidente mostra "sintomas ligeiros" de covid-19, com sinais idênticos aos de uma gripe, mas sem especificar quais.


Melania Trump usou a sua conta pessoal na rede social Twitter para também anunciar que sente "sintomas ligeiros", mas que, em geral se está a "sentir bem".

"Espero uma recuperação rápida", escreveu a primeira-dama, não dando qualquer indicação sobre o estado de saúde do seu marido.

Ainda durante a madrugada, fontes da Casa Branca tinham dito que o tratamento para o Presidente ainda estava a ser discutido entre o pessoal médico que trata Donald Trump.

Num comunicado emitido horas depois do anúncio da contaminação, o médico pessoal de Trump, Sean Conley, disse que "o Presidente e a primeira dama estão bem, neste momento, e planeiam ficar na Casa Branca, durante a sua convalescença", acrescentando que as pessoas podem "ficar descansadas" porque acredita que "o Presidente vai poder continuar a desempenhar os seus deveres sem interrupção, enquanto recupera".

Joe Biden, o candidato presidencial democrata às eleições de novembro nos Estados Unidos, não tem Covid-19.

Os resultados dos testes a Joe Biden e à mulher, Jill, deram negativo, revelou o médico, em comunicado.

O candidato democrata realizou testes depois de o Presidente Donald Trump ter acusado positivo ao novo coronavírus.

Os dois adversários às eleições presidenciais de 3 novembro estiveram esta semana juntos num duro debate televisivo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+