Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus em Itália faz quase mil mortos em 24 horas

27 mar, 2020 - 17:11 • Dina Soares

É o número de óbitos mais elevado registado desde o início do surto naquele país.

A+ / A-

Veja também:


Em Itália, registou-se a mais alta taxa de óbitos desde o início da pandemia de Covid-1 naquele país, a 21 de fevereiro. Nas últimas 24 horas, morreram 919 pessoas infetadas com coronavírus, num total de 9.134 vítimas. Até esta sexta-feira, o mais elevado número de mortes em 24 horas era de 793 e aconteceu a 21 de março.

A percentagem de casos confirmados diminuiu ligeiramente. Na quinta-feira era de 8%, esta sexta-feira passou para 7,5%, ou seja, de 80.539 para 86.498. As pessoas curadas passaram de 10.361 para 10.950.

De acordo com as autoridades italianas, neste momento estão 3.732 pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos, mais 120 do que ontem. A Lombardia continua a ser a região mais afetada do país.

Com estes números, Itália quase triplica o número de vítimas mortais registadas na China (3.292), país onde o surto começou, e ultrapassa também o número de pessoas infetadas na China (81.340).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Paulo Jorge Almeida
    27 mar, 2020 Várzea SPS 18:59
    Uma vez que a banca se está a congratular com a isenção de pagamento dos empréstimos dos particulares e empresas durante meio ano, o que não estão a dar nada a ninguém, é só adiar o pagamento. Pergunto, porque é que não isentam todos de pagamento de qualquer comissão aos clientes, isso já era qualquer coisa, porque não isentam o pagamento da anuidade de cartões, pois é mais seguro o uso deste e a banca incentiva ao uso, será que é para ter mais lucro!!!!
  • Paulo André Mendes
    27 mar, 2020 Sapataria 17:49
    O meu comentário é o seguinte os governos de cada país devem, tomar as medidas o mais urgentes, possíveis para para travar esta mortandade a nível mundial. será que algum país está a ganhar com a desgraça alheia?

Destaques V+