Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus chega ao Reino Unido

31 jan, 2020 - 09:51 • Redação com agências

O teste foi positivo em duas pessoas da mesma família que apresentavam sintomas compatíveis com a infeção.

A+ / A-

O Reino Unido confirmou, esta sexta-feira, primeiro caso de contágio no país. O teste foi positivo em duas pessoas da mesma família que apresentavam sintomas compatíveis com a infeção pelo novo coronavírus.

As autoridades britânicas revelaram que os doentes estão a receber “tratamento especializado” no serviço nacional de saúde britânico. “Podemos confirmar que dois pacientes na Inglaterra, que são membros da mesma família, testaram positivo para o coronavírus”, referiu o diretor-geral da Saúde britânico Chris Whitty.

É o 22.º país a confirmar casos de contágio por coronavírus.

A OMS declarou emergência de saúde pública internacional o surto do novo coronavírus na China, que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial. A organização considerou três critérios: uma situação extraordinária, o risco de rápida expansão para outros países e que exija resposta internacional coordenada.

Esta é a sexta vez que aquela organização declara emergência de saúde pública internacional.

O último balanço feito pelas autoridades chinesas que o surto já provocou a morte de 213 pessoas e que o número de casos de coronavírus confirmados ascende agora a 9.692.

Além da China e dos territórios chineses de Macau e Hong Kong, há mais de 50 casos confirmados do novo coronavírus em 19 outros países - Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Itália, Austrália, Finlândia, Emirados Árabes Unidos, Camboja, Filipinas e Índia.

A cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto do novo coronavírus, está isolada do mundo há mais de uma semana, como a quase totalidade dos habitantes da província de Hubei, onde vivem 56 milhões de pessoas, impedidos de deixar a região.

Várias companhias aéreas decidiram suspender ou reduzir os seus voos para a China continental face à propagação do novo coronavírus (família de vírus que pode causar pneumonia viral).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+