Tempo
|
A+ / A-

Trump defende restrições à entrada de sobreviventes do furacão Dorian

09 set, 2019 - 21:58 • Redação

Centenas de cidadãos das Bahamas, que tentam fugir à devastação causada pelo furacão Dorian, tiveram que abandonar um navio humanitário por falta de visto de entrada nos Estados Unidos.

A+ / A-

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse esta segunda-feira que as Bahamas estão cheias de “membros de gangues muito maus”, para defender as restrições à entrada de sobreviventes do furacão Dorian.

“Temos de ter muito cuidado. Toda a gente necessita de documentação apropriada. Não quero deixar entrar nos EUA pessoas que não deviam estar nas Bahamas, incluindo pessoas muito más”, disse Donald Trump aos jornalistas, na Casa Branca.

Imagens aéreas revelam destruição nas Bahamas
Imagens aéreas revelam destruição nas Bahamas

O furacão Dorian devastou parte do arquipélago das Bahamas, no oceano Atlântico. O último balanço oficial aponta para 45 mortos, mas o número de vítimas deverá aumentar nos próximos dias.

Centenas de cidadãos das Bahamas, que tentam fugir à devastação causada pelo furacão Dorian, tiveram que abandonar um navio humanitário por falta de visto de entrada nos Estados Unidos.

Trump altera mapa da rota do furacão Dorian para validar tweet incorrecto
Trump altera mapa da rota do furacão Dorian para validar tweet incorrecto

A tripulação do ferry boat “Balearia” deu ordem aos passageiros sem visto válido para deixarem o barco, depois de os Serviços Alfandegários e de Proteção de Fronteiras norte-americanos (CBP, na sigla inglesa) terem avisado, “numa decisão de última hora”, que não seriam autorizados a desembarcar em Fort Lauderdale, na Florida, avança o jornal “The Guardian”.

O responsável do CBP, Mark Morgan, já veio entretanto dizer que houve alguma “confusão” em relação ao processo de entrada destas pessoas nos EUA.

Mark Morgan garante que “vamos aceitar todas as pessoas que, por razões humanitárias, tenham que vir para cá”, à exceção dos que tiveram crimes graves no cadastro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+