Tempo
|
A+ / A-

Estado brasileiro fecha a porta a venezuelanos

07 ago, 2018 - 00:58

Têm sido muitos os venezuelanos a tentar fugir da crise humanitária do país.

A+ / A-

A fronteira do Brasil com a Venezuela em Roraima foi fechada esta segunda-feira. O bloqueio é para venezuelanos e decorre de uma decisão judicial brasileira.

Segundo o juiz Hélder Barreto, “é imperioso rechaçar a ideia de que, em matéria da imigração, a União tudo pode, e os estados e municípios tudo devem suportar”.

A Polícia Rodoviária Federal em Roraima já confirmou que o acesso só foi cortado a venezuelanos.

A crise económica e social na Venezuela tem levado a um fluxo migratório para o Brasil.

A governadora de Roraima, Suely Campos, já tinha proibido os venezuelanos de serem atendidos pelo sistema de saúde e educação do estado, a menos que tenham passaporte.

Esta decisão já está a ser criticada por discriminar cidadãos de outro país e contrariar princípios humanitários.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    20 ago, 2018 15:47
    Um país fundado por imigrantes a praticar xenofobia... Onde é que já vi isto?

Destaques V+