Tempo
|
A+ / A-

O destino da Europa está em jogo, diz Merkel sobre migrações

28 jun, 2018 - 10:48

Chanceler alemã alerta para o risco de a Europa perder a alma se tiver de optar apenas pela segurança e pela política do 'cada um por si'.

A+ / A-

A chanceler alemã considera que o destino da Europa está em jogo com a questão da migração, antes do Conselho Europeu da União Europeia (UE) sobre o assunto que se avizinha muito difícil.

"A Europa tem muitos desafios, mas a questão da migração pode decidir o destino da União Europeia", disse Angela Merkel à Câmara dos Deputados alemã, pedindo soluções multilaterais, e não unilaterais, por parte dos países membros.

A chanceler, que está sob intensa pressão política relativamente a este assunto no seu país, alertou para o risco de a Europa perder a alma se tiver de optar apenas pela segurança e pela política do 'cada um por si' na questão dos migrantes, numa altura em que muitos governos da UE estão a fazer pressão sobre este dossier.

"Ou encontramos uma solução para que, na África e além, as pessoas sintam que somos guiados por valores e que defendemos o multilateralismo e não o unilateralismo, ou ninguém acreditará nos nossos valores, que nos tornaram tão fortes ", disse Merkel.

"Muitas coisas estão em jogo" sobre a questão da migração, causando tensões entre as capitais europeias, ilustradas nas últimas semanas por confrontos diplomáticos em torno dos barcos das organizações não-governamentais que transportam migrantes, acrescentou.

Merkel pediu a criação de uma" coligação de voluntários "entre os 28 países da UE para concluir acordos que permitam o retorno dos migrantes ao primeiro país onde foram registados.

"Certamente não é uma solução perfeita, mas é um começo" para controlar os movimentos de requerentes de asilo dentro da UE, que não têm o direito de escolher o seu país de acolhimento, disse.

Resta saber se esta cartilha será suficiente para salvar Angela Merkel politicamente em seu país.

A ala direita do seu frágil governo de coligação exige que medidas concretas sobre o assunto sejam decididas na cimeira que se realiza hoje e sexta-feira em Bruxelas. Caso contrário, o ministro alemão do Interior, Horst Seehofer, presidente do muito conservador partido bávaro, a CSU, ameaça unilateralmente afastar a partir da próxima semana imigrantes já registados noutros lugares.

Tal medida poderá provocar o desmembramento da coligação governamental e levar a novas eleições.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Marco Almeida
    28 jun, 2018 Olhão 17:02
    O destino da Europa já estes anormais dos alemães destruiram há muito tempo
  • O Natal
    28 jun, 2018 no mundo 13:43
    O Natal. Há uns tempos atrás, milhares de cristãos refugiaram-se no Curdistão. Fugiam às perseguições do autodenominado "Estado Islâmico". Enfim, em virtude do auxilio prestado por países cristãos aos curdos, estes permitiram a título excepcional que os cristãos festejassem o Natal. Permitir que os cristãos festejem o Natal foi uma benesse que os curdos (muçulmanos) deram aos cristãos em circunstâncias excepcionais. Pois "Dra" Angela Merkel aos cristãos europeus nunca lhes passou pela cabeça proibir os muçulmanos de festejar, por exemplo o Ramadão. Existem situações que a celebração pública do Natal é proibida porque ofende certas pessoas. O problema não são as pessoas que chegam, Dra Angela Merkel! São as Ideologias totalitárias que essas pessoas pretendem impor pela força e pela violência à "Alma" europeia. O problema não são as pessoas, são as ideias das pessoas! As Ideias!
  • VICTOR MARQUES
    28 jun, 2018 Matosinhos 12:22
    Concordo totalmente!!! Isto é um autêntico "Cavalo de Tróia"!!!...
  • No secXXI
    28 jun, 2018 de um canto qualquer 12:01
    Realmente olha-se para todos os assuntos e os retângulos estão sempre vazios. Já não sei se é por falta de conteúdo ou se é porque a RRenascença não publica. Cá por mim já perdi a vontade de comentar neste jornal, das duas uma: ou não publicam o meu comentário, ou então publicam o comentário, mas logo de seguida retiram o assunto da página, só posso encontrá-lo recorrendo às ultimas. O mais estranho é que depois vê-se outros assuntos sem qualquer interesse que permanecem dias e dias. Enfim, os assuntos sérios que deveriam ser discutidos deixou de ter importância, para se dar lugar ao banal, futebol, o maradona teve que ser assistido. O malaio que vá pedir casamento ao amante, e por aí vai. No que isto se tornou!

Destaques V+