Tempo
|
A+ / A-

Todos os feridos da explosão de Manhattan tiveram alta

18 set, 2016 - 23:26

As autoridades ainda investigam as causas do rebentamento numa zona muito movimentada da cidade de Nova Iorque.

A+ / A-

As 29 pessoas que ficaram feridas na sequência da explosão de uma bomba no sábado em Nova Iorque já tiveram alta do hospital, disse o presidente da câmara daquela cidade norte-americana.

"Não conhecemos as motivações, não sabemos a sua natureza [do ataque]", afirmou Bill de Blasio, em conferência de imprensa, este domingo, citado pela Agência France Presse.

Segundo o autarca ainda não foi possível perceber-se qual a natureza do ataque.

O engenho explodiu em Chelsea, um dos bairros de Manhattan. Uma segunda bomba que não chegou a detonar foi encontrada nas proximidades, disse fonte policial.

De acordo com Andrew Cuomo, governador do estado norte-americano, tratou-se de um acto de terrorismo sem qualquer aparente ligação internacional.

A explosão ocorreu nas vésperas da Assembleia Geral das Nações Unidas, pelo que foram mobilizados mais mil polícias "por precaução", sublinhou o governador.

Entretanto, os investigadores não encontraram qualquer ligação entre a explosão em Nova Iorque e um ataque com arma branca no Minnesota, com oito feridos, ocorridos ambos no sábado.

"Até ao momento não há nenhuma prova que sugira uma ligação" entre os dois ataques, disse o chefe da polícia de St. Cloud, no norte do estado do Minnesota, William Blair Anderson, em declarações à estação de televisão CNN.

O ataque com arma branca, que ocorreu num centro comercial, foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico. A explosão em Nova Iorque não foi reivindicada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+