Tempo
|
A+ / A-

Derrocada faz uma centena de mortos na antiga Birmânia

22 nov, 2015 - 10:53

Acidente aconteceu quando um grupo vasculhava por entre os escombros de resíduos deixados pelas escavadoras mecânicas usadas pelas empresas mineiras que fazem extracção de jade.

A+ / A-

Pelo menos 99 pessoas morreram num deslizamento de terras numa zona de minas de jade no norte de Myanmar, a antiga Birmânia.

O acidente aconteceu no estado de Kachin e ainda haverá cerca de uma centena de pessoas desaparecidas, avança fonte oficial dos serviços de busca e salvamento.

O acidente aconteceu quando um grupo vasculhava por entre os escombros de resíduos deixados pelas escavadoras mecânicas usadas pelas empresas mineiras que fazem extracção de jade.

O deslizamento, que ocorreu pelas 3h30 de sábado (21h00 de sexta-feira em Lisboa) soterrou cerca de 80 casas na vila de Sankhatku, em Hpakant.

Os deslizamentos de terras são comuns nesta zona, em que os residentes tentam a sorte entre perigosas pilhas de escombros, durante a noite, na esperança de encontrar pedaços de jade que podem valer milhares de dólares.

É de Myanmar que vem quase todo o jade de elevada qualidade do mundo, uma pedra verde quase translúcida muito valorizada na China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+