Tempo
|
A+ / A-

​Governo atualiza aumento das pensões face à inflação

30 nov, 2022 - 19:35 • Ana Carrilho

Os aumentos das pensões e do Indexante de Apoios Sociais entram em vigor no dia 1 de janeiro de 2023.

A+ / A-

O Governo vai atualizar os valores dos aumentos das pensões face aos valores finais da inflação apurada até novembro.

Em comunicado, o Ministério do Trabalho e Segurança Social refere que o Indexante de Apoios Sociais em 2023 tem um aumento de 8,4% (em vez dos 8% previsto inicialmente no Orçamento de Estado) fixa-se em 480,43 euros.

As pensões até 2 IAS inclusive (960,86 euros) têm um aumento de 4,83%.

Entre 2 e 6 IAS (de 960,86 euros a 2.882,58 euros) crescem 4,49%. E entre 6 e 12 IAS (de 2.882,58 a 5.765,16 euros), o aumento é de 3,89%.

O Executivo de António Costa tinha anunciado um aumento com base numa inflação de 7,1% em novembro, mas como o referencial apurado foi superior (7,46%) fez esta atualização. Vai custar maia 110 milhões de euros, a juntar aos 1.555 milhões já previstos.

Os aumentos das pensões e do Indexante de Apoios Sociais entram em vigor no dia 1 de janeiro de 2023.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+