Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Inflação sobe para 9,3%, a mais alta dos últimos 30 anos

30 set, 2022 - 09:40 • Redação com Lusa

Valor avançado pelo INE.

A+ / A-

A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá aumentado para 9,3% em setembro, estima Instituto Nacional de Estatística (INE).

Este é o valor mais elevado desde outubro de 1992 e representa um aumento em 0,4% em relação ao mês anterior.

“Tendo por base a informação já apurada, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá aumentado para 9,3% em setembro, taxa superior em 0,4 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês anterior (8,9).”

Quanto ao indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) terá registado uma variação de 6,9% em setembro (6,5% no mês anterior), o registo mais elevado desde fevereiro de 1994.

Já a taxa de inflação anual da Zona Euro atingiu, em setembro, os 10,0%, face aos 9,1% de agosto, segundo uma estimativa rápida divulgada pelo Eurostat.

O setor da energia é o que apresenta, em setembro, a taxa de inflação anual mais elevada: 40,8% face aos 38,6% de agosto.

A invasão russa da Ucrânia e a subsequente pressão sobre os mercados energéticos e alimentares alimentaram a inflação, que já estava a acelerar à medida que a economia global reabria após a pandemia do novo coronavírus.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+