Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Turismo tem que "começar a preocupar-se" com os trabalhadores

27 set, 2022 - 14:38 • Ana Carrilho

Secretária de Estado elogia esforço do setor para melhorar salários e aponta caminhos para combater a falta de mão de obra no turismo.

A+ / A-

Os empresários do turismo estão a fazer um esforço para melhorar os salários, mas é preciso maior preocupação com os trabalhadores, defendeu esta terça-feira a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques.

Na VI Cimeira do Turismo Português, em Lisboa, a governante aponta pistas para começar a resolver o problema da falta de trabalhadores para o setor do turismo.

Rita Marques começou por reconhecer que “o setor do turismo tem feito um esforço, principalmente neste passado recente, para pagar mais. Neste momento, o setor do turismo tem uma aceleração brutalmente evidente e está a aproximar-se a uma velocidade dupla da média salarial, comparando com outros setores”.

A secretária de Estado do Turismo sublinha, no entanto, que é preciso “incitar à ação” e olhar de outra maneira para os trabalhadores.

“Todos os empresários aqui presentes têm consciência, provavelmente, que este é um setor de pessoas para pessoas. Muitas vezes preocupamo-nos com um segundo grupo de pessoas, aqueles que acolhemos. Temos que começar também - e sobretudo - a preocupar-nos com os primeiros, aqueles que servem, aqueles que todos os dias mostram de que é feito este Portugal”, declarou.

Nesta cimeira no Dia Mundial do Turismo, Rita Marques falou também sobre a questão do novo aeroporto, para salientar que Lisboa é responsável por metade do tráfego nacional. O que tem estado a ser feito é, de alguma forma, passar algum desse tráfego para os outros aeroportos, em momentos mais críticos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+