Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Bancos mundiais discutem subida das taxas de juro

25 ago, 2022 - 05:38 • Lusa

Começa esta quinta-feira uma reunião de três dias, que vai decorrer nos EUA, num momento em que os bancos centrais recorrem a um endurecimento da política monetária para conter a inflação.

A+ / A-

A subida das taxas de juro para travar a inflação, mas de forma a evitar uma recessão deverá ser o tema central da reunião que junta anualmente dirigentes de vários bancos centrais em Jackson Hole, nos Estados Unidos.

O momento mais esperado deste simpósio, que decorre entre esta quinta-feira e sábado e tem como cenário as montanhas do Wyoming, será o discurso do presidente da Reserva Federal (Fed), banco central norte-americano, Jerome Powell, na sexta-feira.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, não estará nos Estados Unidos, mas Isabel Schnabel, um dos membros da Comissão Executiva da instituição, participará num painel no sábado. O governador do Banco de França, François Villeroy de Galhau, terá uma intervenção no mesmo dia.

Andrew Bailey, governador do Banco de Inglaterra, confirmou que estará em Jackson Hole, mas apenas para assistir aos debates, sem participar.

"As cartas estão na mesa a nível económico: um inimigo comum que é a inflação e o risco de atuar e travar a economia. É preciso escolher entre os dois", declarou à AFP Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services.

Esta reunião tem lugar num momento em que os bancos centrais, a nível mundial, recorrem a um endurecimento da política monetária para lutar contra a inflação, com o risco de penalizar a recuperação económica.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+