Tempo
|
A+ / A-

Novo aeroporto. Confederação do Turismo aplaude Montijo+Alcochete

29 jun, 2022 - 17:54 • Ana Carrilho

Francisco Calheiros reage à notícia de que o Governo tenciona substituir aeroporto da Portela por uma solução Montijo e posteriormente Alcochete.

A+ / A-

A solução Montijo-Alcochete como alternativa ao aeroporto da Portela é uma “ótima notícia”, afirma o presidente da Confederação do Turismo de Portugal (CTP).

No final da reunião de Concertação Social, Francisco Calheiros afirmou que, a confirmar-se, é uma boa notícia já que o turismo não pode continuar a crescer sem a capacidade aeroportuária.

Questionado pela RTP, o presidente da CTP afirmou que esta é uma opção que deverá gerar consenso político entre os dois maiores partidos.

“É uma ótima notícia, a confirmar-se. É uma longuíssima ambição do turismo, não podemos crescer mais sem capacidade aeroportuária e o aeroporto de Lisboa também alimenta o Alentejo, o Centro, os Açores e a Madeira”, sublinha Francisco Calheiros.

O presidente da Confederação do Turismo de Portugal espera que a solução Montijo+Alcochete reúna consenso político e consenso nacional.

A solução final para o novo aeroporto de Lisboa vai demorar mais tempo e deverá juntar Montijo e Alcochete, disse à Renascença fonte governamental. O atual aeroporto Humberto Delgado, na Portela, é para desmantelar.

Segundo fonte do Ministério das Infraestruturas, a solução passa agora por daqui a um ano começar a construir o aeroporto no Montijo, para estar pronto daqui a quatro anos e, "na próxima década", começar a construir de raiz um aeroporto em Alcochete, quando Montijo estiver esgotado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+