Tempo
|
A+ / A-

Táxis vão ficar mais caros. Há nove anos que a tarifa não era atualizada

18 mai, 2022 - 09:35 • Marta Grosso

Depois de um “processo intenso de negociação”, foi homologada a convenção assinada pela Direção-Geral das Atividades Económicas, a ANTRAL e a Federação Portuguesa do Táxi.

A+ / A-

As tarifas dos táxis vão subir, em média, mais de 8% no dia 1 de junho. A informação é avançada nesta quarta-feira através de um comunicado enviado à comunicação social pelo Ministério da Economia.

Segundo a nota, o novo preço tem em consideração o “aumento do Índice de Preços no Consumidor entre janeiro de 2012 e janeiro de 2022, traduzido num aumento médio global das tarifas de 8,05%”.

A convenção que procede à atualização das tarifas foi homologada pela secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, e celebrada entre a Direção-Geral das Atividades Económicas, a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e a Federação Portuguesa do Táxi (F.P.T).

“Este acordo foi celebrado no passado dia 13 de maio, depois de um processo intenso de negociação e de auscultação junto do IMT, I.P. e das associações de consumidores”, indica ainda o comunicado do Governo.

A adaptação do novo tarifário (programação, verificação metrológica e selagem dos taxímetros) deverá ocorrer até dia 31 de julho, “avaliando-se periodicamente o reporte dos agendamentos das verificações metrológicas dos taxímetros”.

Desde janeiro de 2013 que não havia atualização das tarifas no transporte em táxi.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+