Tempo
|
A+ / A-

Combustíveis

Autovoucher com 336 mil adesões desde anúncio da extensão da medida para abril

07 abr, 2022 - 21:19 • Lusa

O prolongamento deste apoio durante este mês foi justificado pelo facto de se manterem "atuais os pressupostos que determinaram a criação do benefício" Autovoucher.

A+ / A-

O programa Autovoucher teve 336 mil novas adesões desde que no final de março foi anunciado o prolongamento do apoio para abril, segundo dados do Ministério das Finanças.

"Desde o seu prolongamento para abril, o que ocorreu em 25 de março, aderiram ao Programa Autovoucher 336 mil contribuintes", referiu fonte oficial do Ministério das Finanças em resposta à Lusa.

Depois de em março ter decidido aumentar de 10 para 40 cêntimos por litro, até ao limite mensal de 50 litros, o reembolso pago aos contribuintes registados no IVAucher, o Governo anunciou que a medida seria mantida em abril, continuando no patamar dos 40 cêntimos por litro.

O prolongamento deste apoio durante este mês foi justificado pelo facto de se manterem "atuais os pressupostos que determinaram a criação do benefício" Autovoucher.

Lançado no início de novembro, o Autovoucher foi desenhado para durar por cinco meses, até março, prevendo a atribuição de um reembolso de 10 cêntimos por litro até ao limite de 50 litros mensais de combustível, sendo o valor (equivalente a cinco euros) pago com o primeiro abastecimento do mês.

A subida do preço dos combustíveis, levou o Governo a reforçar o apoio para os 40 cêntimos por litro em março, medida que foi acompanhada por um aumento do número de adesões ao programa.

De acordo com as regras da medida, uma pessoa que tenha aderido em março, mas apenas utilize o benefício em abril receberá este mês, um total de 40 euros de reembolso com o primeiro abastecimento.

Já para os aderentes no decorrer do mês de abril, o benefício total é de 20 euros.

No final de março os reembolsos efetuados através do Autovoucher tinham já atingido os 66,89 milhões de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+