Tempo
|
A+ / A-

Luz e gás natural aumentam 3% no mercado regulado

15 mar, 2022 - 17:25 • Sandra Afonso

Para um casal com dois filhos, este aumento representa um agravamento mensal de 2,86 euros da eletricidade, numa fatura de 95,19 euros. Enquanto no gás paga mais 70 cêntimos.

A+ / A-

A partir de abril, as tarifas da eletricidade e do gás natural no mercado regulado aumentam 3%, anunciou esta terça-feira a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

A ERSE justifica a atualização automática dos preços com "a escalada de preços nos mercados grossistas de eletricidade e do gás natural".

"A tarifa de Energia reflete o custo de aquisição de energia do Comercializador de Último Recurso grossista, sendo uma das componentes que integra o preço final pago pelos consumidores no mercado regulado", diz o regulador, em comunicado.


Segundo a nota enviada pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, para a maioria dos consumidores, a fatura média mensal vai subir 3%, tanto na eletricidade como no gás natural.

Contas feitas, já incluindo taxas e impostos, um casal sem filhos, passa a pagar 38,35 euros de luz em abril, são mais 1,05 euros. No gás, paga mais 33 cêntimos.

Já para um casal com dois filhos, este aumento representa um agravamento mensal de 2,86 euros na luz, para 95,19 euros. Enquanto no gás paga mais 70 cêntimos.

Os aumentos entram em vigor a partir do dia 1 de abril.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rui Andrade
    15 mar, 2022 Ermesinde 17:30
    Talvez não consiga a partir de agora cumprir com os meus compromissos, A INSOLVÊNCIA E UMA DAS HIPÓTESES

Destaques V+