Tempo
|
A+ / A-

Autoeuropa avança com programa de rescisões

28 jan, 2022 - 19:02 • Redação

Não há uma meta definida para já, mas até ao momento foram 70 trabalhadores a aceitar as condições da empresa.

A+ / A-

A Autoeuropa quer reduzir o número de funcionários em Palmela até 2023, notícia esta sexta-feita o Eco.

A administração decidiu avançar com um programa de rescisões voluntárias para fazer face à quebra de produção prevista para este ano (menos 53 mil veículos face a 2021) e que mantém a fábrica sem trabalhar aos sábados e domingo até março.

Esta é uma situação que põe em risco a existência do quarto turno e o futuro de cerca de 900 trabalhadores.

Mas o plano também pretende acautelar o excesso de pessoal decorrente do fim da produção carrinha Sharan, previsto para este ano, que é assegurada por 300 trabalhadores. A incapacidade em atrair, para já, um novo modelo para as linhas de montagem é uma pressão acrescida para os mais de cinco mil trabalhadores da empresa.

O Eco refere que não há para já uma meta definida, mas pelo menos 70 trabalhadores já terão aceitado sair.

Atualmente, a Autoeuropa já só produz o T-Roc e a carrinha Sharan, que deverá deixar de ser produzida em meados deste ano.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+