Tempo
|
A+ / A-

Telecomunicações aumentaram 7,7% em Portugal na última década

24 jan, 2022 - 15:48 • Ricardo Vieira

Portugal tem o segundo pior registo europeu em subida de preços das telecomunicações, só ultrapassado pela Roménia.

A+ / A-

Os preços das telecomunicações aumentaram 7,7% em Portugal desde o final de 2009, indica a Autoridade Nacional das Telecomunicações (Anacom).

“Numa perspetiva de longo prazo e em termos acumulados, entre o final de 2009 e dezembro de 2021, os preços das telecomunicações em Portugal aumentaram 7,7%, enquanto na UE diminuíram 9,8%”, refere a Anacom no seu relatório dos preços das telecomunicações, divulgado esta segunda-feira (consulte o documento em versão PDF).

Em dezembro de 2021, os preços das telecomunicações “aumentaram 0,6% face ao mês anterior devido ao fim das promoções da Black Friday”.

O relatório salienta que a diferença de preços na Europa “estreitou-se com a entrada em vigor, no dia 15 de maio de 2019, das novas regras europeias que regulam os preços das comunicações intra-UE”.

Entre o final de 2009 e dezembro de 2021, os preços das telecomunicações diminuíram 17% na Bulgária, enquanto na Hungria, em Portugal e na Roménia aumentaram 1,6%, 7,7% e 19,1%, respetivamente.

De acordo com a Anacom, em Portugal “as mensalidades mínimas são oferecidas pela operadora Nowo em oito casos de um leque de 13 serviços/ofertas”, enquanto a Meo, a Vodafone e a NOS “apresentaram as mensalidades mais baixas para três, dois e um tipo de serviços/ofertas, respetivamente”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+