Tempo
|
A+ / A-

Novo máximo. Taxa de emprego na UE sobe para 73,5%

13 jan, 2022 - 11:43 • Lusa

A ambição da Comissão Europeia, que avançou com um plano de ação para o Pilar dos Direitos Sociais, é que pelo menos 78% da população entre os 20 e os 64 anos esteja empregada até 2030.

A+ / A-

A taxa de emprego na União Europeia (UE) atingiu 73,5% no terceiro trimestre de 2021, segundo o Eurostat. O último recorde, de 73,4%, datava de 2019.

A informação foi avançada pelo serviço de estatística da UE, que em comunicado dá conta de que, "na UE, a taxa de emprego das pessoas com idades compreendidas entre os 20 e os 64 anos foi de 73,5% no terceiro trimestre de 2021".

Este é um novo máximo na taxa de emprego, que compara com 73,4% no quarto trimestre de 2019, a anterior maior taxa de emprego (na UE-27) na faixa etária dos 20-64 anos desde 2005.

No terceiro trimestre de 2020 a taxa de emprego na UE fixou-se em 72,2%.

Na variação em cadeia, a taxa de emprego registada no terceiro trimestre do ano passado, representa um aumento de 0,7 pontos percentuais (pp) em comparação com o segundo trimestre de 2021.

A ambição da Comissão Europeia, que avançou com um plano de ação para o Pilar dos Direitos Sociais, é que pelo menos 78% da população entre os 20 e os 64 anos esteja empregada na UE até 2030.

Ainda na informação hoje divulgada, o Eurostat informa que a folga do mercado de trabalho na UE, que compreende todas as pessoas com necessidades de emprego não satisfeitas e das quais uma das principais componentes é o desemprego, ascendeu a 12,9% da população ativa com idades compreendidas entre os 20 e 64 anos no terceiro trimestre de 2021, contra 13,7% no segundo trimestre de 2021 (-0,8 pp).

Por Estado-membro, as alterações na taxa de emprego entre o segundo e o terceiro trimestre de 2021 foram maiores na Grécia (+1,8 pp), Chipre (+1,6 pp), Irlanda (+1,5 pp) bem como na Lituânia e Áustria (ambos +1,1 pp).

Enquanto o emprego aumentou em 24 Estados-membros da UE no terceiro trimestre do ano passado, permaneceu estável na Bulgária e Croácia e diminuiu na Finlândia (-0,2 pp), adianta o Eurostat.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+