Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Crise de materiais

Carros usados estão cada vez mais caros

12 nov, 2021 - 10:00 • Fátima Casanova , Olímpia Mairos

O preço dos veículos em segunda mão regista uma subida de 10%.

A+ / A-

Os atrasos nas entregas de carros novos estão a fazer disparar os preços dos usados.

Segundo o presidente da Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (ANECRA), os carros em segunda mão têm, pelo menos, uma valorização de 10%, o que pode ser uma oportunidade para quem quiser vender um carro usado.

“Quem tem carros um pouco mais antigos pode negociá-los com um preço superior porque é o mercado a funcionar tendo em conta a oferta e a procura”, diz à Renascença Alexandre Ferreira.

O presidente da ANECRA nota que há “um crescimento de 10% relativamente a período homologo”.

A tendência de uma elevada procura no mercado de usados é explicada com a falta de produto novo e de os grandes compradores empresariais de frotas ou as rent-a-car reterem os carros de serviço por não terem viaturas em primeira mão para comprar.

Já quanto aos carros novos, há clientes em Portugal que estão a esperar mais de um ano para conseguirem comprar uma nova viatura. A paragem de várias fábricas de construção de automóveis a nível mundial está a afetar o normal funcionamento do mercado nacional.

O comércio de veículos usados e as oportunidades de negócio é um dos temas que marca a convenção da ANECRA, que se realiza esta sexta-feira, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+