Tempo
|
A+ / A-

Transporte de passageiros

Redução nos combustíveis? "Mais valia não terem feito nada, estão a irritar as pessoas"

15 out, 2021 - 21:54 • Redação

Presidente da Associação Rodoviária de Transportadores Pesados de Passageiros insiste que, se o preço dos combustíveis continuar a ser possível assegurar o transporte escolar a partir de janeiro.

A+ / A-

A Associação Rodoviária de Transportadores Pesados de Passageiros (ARP) considerou, esta sexta-feira, que a descida do ISP anunciada pelo Governo não atenua a subida no preço dos combustíveis na próxima semana.

Em declarações à Renascença, Rui Pinto Lopes lembra que “na próxima semana, os combustíveis sobem um cêntimo. Se me estão a dizer que o gasóleo desce um cêntimo, vamos ter meio cêntimo. Por aí já dá para ver o impacto zero desta medida do Governo”.

Para o presidente da ARP, “mais valia não ter dito nem feito nada, porque, com isto, o que o Governo está a fazer é irritar ainda mais os portugueses”.

Esta semana, Pinto Lopes disse que, caso não seja travada a escalada dos combustíveis, os operadores admitem que, em janeiro, não vai ser possível assegurar o transporte escolar.

Posição que se mantém, “não porque não queiramos transportar as crianças para as escolas e os trabalhadores para os seus empregos, mas porque estamos a pagar para trabalhar”.

“Aquilo que nos pagam para realizarmos os serviços não cobre os custos brutais que estamos a ter com este aumento dos combustíveis”, contesta o presidente da ARP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+