Tempo
|
A+ / A-

Produtores de leite protestam contra “preços insustentáveis e destruidores do setor”

25 ago, 2021 - 08:16 • Marta Grosso com redação

Associação dos Produtores de Leite de Portugal diz-se asfixiada e defende um aumento do pagamento ao produtor para 38 cêntimos por litro.

A+ / A-

Contra “20 anos sem atualização do preço pago ao produtor”, os produtores de leite saem nesta quarta-feira às ruas da Área Metropolitana do Porto. Uma centena de tratores vai circular de Ribeirão ao centro da Trofa, num protesto que passará em frente às principais grandes superfícies comerciais.

A concentração está marcada para as 11h00 e tem como principal objetivo “alertar a sociedade e a distribuição para as dificuldades dos produtores de leite, denunciar os preços a que os produtores estão a vender o leite, e criar condições para a rápida subida do preço para cobrir os custos de produção”, segundo o comunicado divulgado pela Associação dos Produtores de Leite de Portugal (APROLEP).

A APROLEP diz-se asfixiada por 20 anos sem atualização do preço pago ao produtor e defende um entendimento para passar a receber 38 cêntimos por litro.

Segundo Jorge Oliveira, presidente da associação, o preço pago é tão baixo que não cobre os custos e estes foram agravados nos últimos meses com o aumento do preço da ração animal, explica à Antena 1.

A manifestação poderá decorrer até às 13h30, “se for necessário”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+