Tempo
|
A+ / A-

É cliente da Caixa? Talões de saldos e movimentos têm novas regras

28 jul, 2021 - 08:31 • Marta Grosso

O banco público adotou uma medida para promover a utilização do digital e diminuir a pegada ambiental.

A+ / A-

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD) só podem imprimir um talão de saldos e movimentos por semana.

Segundo o “Jornal de Negócios”, o banco está, desde maio, a limitar a impressão dos talões de saldos e movimentos com vista a promover a utilização dos canais digitais e para garantir o cumprimento dos objetivos de sustentabilidade.

A limitação aplica-se, contudo, apenas a máquinas Multibanco fora da rede da CGD, não estando ainda previsto quando a medida possa ser generalizada. E não abrange também os talões de pagamentos ou levantamento de dinheiro.

Segundo estudos feitos pelo banco, apenas cerca de 5% dos clientes – residentes, sobretudo, nas zonas de Lisboa, Porto, Setúbal, Braga, Aveiro, Coimbra e Faro – consultam o saldo e movimentos mais de uma vez por semana.

Em maio, mês em que a limitação foi implementada, a Caixa recebeu 40 reclamações, que foram diminuindo até agora (com três em julho).

Segundo o banco público, a reação e capacidade de adaptação dos clientes “tem sido muito positiva”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ANTÓNIO DUARTE
    29 jul, 2021 20:34
    Não seria possível acabar com as cadernetas? Era um bom avanço para o meio ambiente não acham?Braga
  • ze
    28 jul, 2021 aldeia 12:17
    Será para poupar "dinheiro" (dos contribuintes) em papel? talvez devido ás más gestões da CGD onde milhares de milhões de euros ficaram por pagar e ás más politicas do governo e do banco de Portugal......enfim quem fica perder como sempre é o zé povinho.Nota negativa para esta medida da CGD.
  • ze
    28 jul, 2021 aldeia 12:17
    Será para poupar "dinheiro" (dos contribuintes) em papel? talvez devido ás más gestões da CGD onde milhares de milhões de euros ficaram por pagar e ás más politicas do governo e do banco de Portugal......enfim quem fica perder como sempre é o zé povinho.Nota negativa para esta medida da CGD.

Destaques V+