Tempo
|
A+ / A-

Pais com filhos pequenos vão poder trocar teletrabalho pelo apoio

17 fev, 2021 - 07:43 • Redação

A outra novidade é que os pais que apoiem à vez os filhos em casa vão poder receber o salário a 100%.

A+ / A-

O Governo vai alargar os apoios aos pais com alunos em ensino à distância. Assim, quem tem crianças até ao 4.º ano de escolaridade vai poder deixar o teletrabalho para tomar conta dos filhos enquanto as escolas estiverem fechadas.

De acordo com os jornais Público e Negócios, esta é uma das alterações que o Governo tenciona propor esta quarta-feira na reunião com os parceiros sociais, em resposta a iniciativas da oposição que ameaçam impor a mudança das atuais regras.

Até agora, pais que tinham de ficar em casa com os filhos menores de 12 anos recebiam o chamado “apoio extraordinário à família”, que corresponde a 66% do salário base. Atualmente, o apoio não é atribuído quando as funções do progenitor são compatíveis com teletrabalho.

O Executivo quer “dar resposta às situações em que há uma maior dificuldade para o trabalhador em compatibilizar o desempenho das funções em teletrabalho e a necessidade de prestar assistência à família”, adiantou fonte governamental ao Público.

Outra novidade é que o valor pago pode subir para os 100% nos casos de famílias monoparentais ou nos casos em que pai e mãe alternem esse apoio às crianças.

Escreve o mesmo jornal, que o objetivo é “promover o equilíbrio entre homem e mulher no desempenho do apoio à família” e incentivar os pais a dividirem o apoio dado aos filhos em casa.

A pandemia de Covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, provocou a morte de pelo menos 15.5522 pessoas em Portugal, dos 788.561 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da DGS.

No mundo, a pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.408.243 mortos, resultantes de mais de 109 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+