Tempo
|
A+ / A-

Apple lança o novo iPhone 12, mas capacidade do 5G (ainda) levanta dúvidas

14 out, 2020 - 11:54 • Reuters com redação

Novos telemóveis custarão entre 593 euros e 1.187 euros. iPhone 12 será mais fino, mais pequeno e mais leve do que os anteriores modelos.

A+ / A-

A Apple lançou na terça-feira o iPhone 12, com uma ligação 5G mais rápida, que a empresa norte-americana espera que estimule os consumidores a vender os telefones antigos e a fazer com que as vendas cresçam até o final do ano.

A versão base deste iPhone 12 terá um ecrã de de 6,1 polegadas, será vendida por 678 euros (câmbio atual entre o dólar e o euro), enquanto uma versão 'Mini' com tela de 5,4 polegadas será um pouco mais barata por 593 euros. Uma versão 'Pro' com três câmaras e um novo sensor 3-D 'Lidar' começa em 848 euros, com o maior 'Pro Max' a variar entre os 932 euros e os 1.187 euros.

Este novo modelo tem um design atualizado, com arestas arredondadas, e a promessa de uma nova arquitetura criada de raiz a pensar no 5G. O smartphone é mais pequeno que o iPhone 11, sendo 11% mais fino, 15% mais pequeno e 16% mais leve.

Esta nova geração de telemóveis será lançada em cinco cores: preto, branco, verde, vermelho e azul. A mesma tem duas vezes mais pixels que o iPhone 11, o que lhe permite mais detalhe, sobretudo para quem lê no pequeno ecrã.

Vai ainda suportar Dolby Vision e HDR, o que será muito apelativo para quem gosta de ver filmes e séries. Tem uma nova proteção em cerâmica, para o tornar mais resistente a quedas, sendo cerca de 4X mais "rijo" que os anteriores modelos da família.

Os novos produtos vão testar se a Apple pode cavalgar a onda de entusiasmo dos consumidores em torno do 5G, cujas variantes mais rápidas superam em muito a capacidade de dados de seus antecessores.

Nuvens no horizonte

No entanto, para os compradores do iPhone conseguirem obter um aumento exponencial na velocidade dependerá muito de onde estão e qual operadora usam - o que Bob O'Donnell, chefe da TECHnalysis Research, chamou de "muitos pequenos detalhes mesquinhos que impedem o cumprimento da promessa de 5G".

O especialista avançou que a Apple pode estar a dececionar alguns clientes quando os telefones forem lançados, porque oferecem apenas modestos aumentos de velocidade até que as operadoras construam novas redes.

"Não acho que a Apple tenha esclarecido os compradores isso tanto quanto poderia", disse O'Donnell.

A Apple disse que todos os modelos do iPhone 12 nos Estados Unidos vão suportar a onda milimétrica 5G, a variante mais rápida da tecnologia, bem como bandas de baixa frequência.

Fora dos Estados Unidos, no entanto, os iPhones não serão compatíveis com ondas milimétricas, mesmo em países como Austrália e Coreia do Sul, onde as operadoras planeiam lançar versões da tecnologia de ondas milimétricas. Como alguns dispositivos Android mais baratos, os modelos do iPhone 12 nesses países suportam apenas versões de 5G de baixa frequência.

A Apple disse que testou o 5G em mais de 800 operadoras em 30 regiões do mundo. O CEO da Verizon Communications Inc, Hans Vestberg, apareceu na apresentação da Apple ao vivo para anunciar que os telefones funcionariam com a rede 5G 'ultrawideband' da operadora dos EUA, projetada para aliviar estrangulamentos em grandes cidades como Nova York e Los Angeles, bem como em áreas lotadas como estádios da NFL, a liga de futebol americano.

Os aparelhos chegarão cerca de um mês depois do normal para os lançamentos anuais da Apple. As pré-encomendas do iPhone 12 e do iPhone 12 Pro nos Estados Unidos, Grã-Bretanha, China e alguns outros países começam em 16 de outubro e as entregas começam em 23 de outubro. O iPhone Mini e Pro Max estarão disponíveis para pré-encomenda em 6 de novembro e nas lojas em 13 de novembro.

A Apple pode enfrentar uma temporada natalícia morna devido à pandemia do coronavírus, disse Jake Dollarhide, diretor-executivo da Longbow Asset Management em Tulsa, Oklahoma.

"Como a convergência da temporada de gripe com a Covid-19 e o clima mais frio obrigam todos a ficarem dentro de casa, acho que será mais difícil vender iPhones neste Natal. Por mais que a Apple seja uma empresa de tecnologia, não é conhecida por suas vendas online, é conhecida por seus experiência na loja ", disse Dollarhide.

O Iphone 12 tem o novo chip A14 Bionic, que a Apple considera ser o processador mais poderoso de um smartphone, "superando mesmo a performance de alguns portáteis", sendo o primeiro a ser fabricado numa arquitetura de 5 nn e contendo 11,8 mil milhões de transístores no seu chip com quatro núcleos. Promete ser 50% mais rápido que qualquer outro processador no mercado. O smartphone permite uma melhor performance do seu motor neural, capaz de fazer 11 biliões de cálculos por segundo.

As ações da Apple caíram mais de 3% durante o evento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+