Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Economia

Pingo Doce, Auchan e Bimbo Donuts contestam acusação da concorrência. Modelo Continente vai avaliar

26 jun, 2020 - 17:05 • Sandra Afonso

Em causa está a concertação do preços de venda ao público dos produtos fornecidos pelo fabricante de pão e derivados. Uma espécie de cartel, que terá lesado os consumidores durante vários anos, segundo a Autoridade da Concorrência, com a agravante de que as três cadeias de supermercados representam mais de metade do mercado.

A+ / A-

“Após investigação, a Autoridade da Concorrência concluiu que existem indícios de que as empresas Modelo Continente, Pingo Doce e Auchan utilizaram o relacionamento comercial com o fornecedor Bimbo Donuts para alinharem os preços de venda ao público (PVP) dos principais produtos deste último, em prejuízo dos consumidores”, afirma a AdC em comunicado, uma conduta considerada “muito grave”.

Acusações já contestadas pela maioria dos visados, a última a reagir foi a Sonae, dona do Modelo e Continente, que em comunicado enviado esta sexta-feira diz que “os termos das acusações serão analisados com total rigor e firmeza no sentido de, em momento e lugar próprio, serem utilizados todos os meios ao alcance, com vista à salvaguarda dos direitos, reputação, valores e integridade da Sonae MC e da sua participada”.

Mais assertiva, a Jerónimo Martins promete constestar as acusações de que é alvo,

“perante a nota de ilicitude que nos chegou da AdC, o Pingo Doce repudia a acusação feita e vai contestá-la, não deixando de apresentar os seus argumentos num processo em que estamos seguros da nossa conduta e do nosso trabalho diário para levar até aos consumidores portugueses as melhores oportunidades de preço e promoções, e os maiores descontos”.

Na mesma linha, fonte da Auchan garantiu à Lusa que “iremos naturalmente apresentar a nossa contestação, pois as nossas práticas não configuram os atos imputados“. A mesma fonte acrescenta que “na Auchan são assegurados internamente todos os processos de controlo a fim de evitar qualquer tipo de prática semelhante”.

A empresa envolvida, a Bimbo Donuts Portugal, também decidiu “contestar vigorosamente” a acusação, garantem que “não tem fundamento”. Lembram ainda que a alegada fixação de preços teria acontecido quando a empresa ainda pertencia aos anteriores proprietários, uma vez que foi adquirida em 2016 pelo Grupo Bimbo.

Segundo a Autoridade da Concorrência, “os comportamentos investigados duraram vários anos, tendo-se desenvolvido, pelo menos, entre 2004 e 2017”.

A AdC refere ainda que estão em curso “mais de 10 investigações” no setor da grande distribuição de base alimentar, algumas ainda sujeitas a segredo de justiça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+