Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Ryanair retoma mais de 120 rotas de e para Portugal a partir de 1 de julho

03 jun, 2020 - 18:46 • Lusa

Ryanair lembrou que opera em cinco aeroportos portugueses “e espera transportar milhões de turistas que ajudarão a impulsionar as economias locais, protegendo milhares de postos de trabalho”.

A+ / A-
Veja também:

A companhia aérea ‘low-cost’ Ryanair anunciou esta quarta-feira que vai retomar mais de 120 rotas de e para Portugal a partir de 1 de julho, de acordo com um comunicado.

O grupo referiu que “restabelecerá mais de 120 rotas de/para Portugal” a partir desse dia, incentivando “os passageiros a começarem a planear as suas escapadinhas de verão, celebrando que a Europa começa a reabrir para o turismo”.

A companhia aérea indicou que “algumas rotas selecionadas estarão disponíveis a partir da última semana de junho” e poderão ser consultadas no seu ‘site’.

“Portugal é um dos destinos de verão preferidos dos veraneantes ingleses, alemães e franceses em 2020, bem como dos nossos clientes irlandeses e belgas, de acordo com a nossa equipa de Travel Trend Insights”, adiantou o grupo no comunicado.

A Ryanair lembrou que opera em cinco aeroportos portugueses “e espera transportar milhões de turistas que ajudarão a impulsionar as economias locais, protegendo milhares de postos de trabalho”.

Citada no comunicado, uma das porta-vozes da empresa, Susana Brito, recordou que “os clientes afetados por voos cancelados devido às restrições causadas pela Covid-19 poderão utilizar os seus 'vouchers' para reservar as suas próximas férias”.

A aviação tem estado paralisada desde o início da pandemia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+