Tempo
|
A+ / A-

Multibanco. Alteração nos terminais sem implicações no "verde, código, verde"

21 jun, 2016 - 13:05

Escolher entre crédito e débito é uma nova opção disponível nos terminais de pagamento por multibanco, mas que a SIBS garante que não tem implicações para o consumidor.

A+ / A-

A entidade que gere os pagamentos multibanco em Portugal (SIBS) emitiu esta terça-feira um comunicado para esclarecer a alteração introduzida nos terminais de pagamento por multibanco.

A alteração permite escolher a marca com que se faz determinado pagamento num terminal.

"Sempre que um cartão de pagamento disponibiliza várias marcas de pagamento, como acontece com uma parte significativa dos cartões emitidos em Portugal (os quais integram simultaneamente a marca Multibanco e uma outra marca internacional), o seu titular passa a ter a possibilidade de escolher, no próprio terminal, a marca que pretende utilizar para efectuar aquele pagamento específico", explica a SIBS.

"Caso o cartão seja de débito, a operação será sempre efectuada nesta modalidade, estando o consumidor apenas a escolher fazer a compra através da marca Multibanco ou de outra marca internacional (Visa, MasterCard ou American Express, por exemplo)”, acrescenta.

A empresa garante, assim, que não há quaisquer implicações para o cliente com a alteração introduzida, que decorreu apenas de um regulamento europeu de taxas de intercâmbio de cartões.

Segundo a SIBS, o cliente pode assim continuar a fazer o pagamento através do "verde, código, verde" a que está habituado.

"A opção dada ao consumidor não é, portanto, entre a operação ser realizada a débito ou a crédito, mas sim com a marca Multibanco ou outra marca internacional. A selecção referida não tem implicações para o cliente", sublinha.

No caso do cartão ou terminal de pagamento só aceitar uma marca, não é conferida ao cliente a opção de seleccionar a marca através da qual pretende fazer o seu pagamento.

A alteração imposta pelo regulamento europeu "visa promover a transparência e a concorrência do mercado europeu de cartões, através da uniformização dos requisitos técnicos e comerciais na utilização deste instrumento de pagamento", explica ainda a entidade gestora dos pagamentos multibanco.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • MANUEL DA COSTA
    22 jun, 2016 SYDNEY - AUSTRÁLIA 13:07
    Sou emigrante, e tenho conta na CGD, possuindo um cartão Visa Electron (Débito). Quis fazer um pagamento à companhia de aviação Vueling, de um voo para Portugal e regresso, e o cartão não foi reconhecido, apesar dessa companhia mencionar que aceita o “Visa Electron”. Depois de tentar saber a razão através de alguém em Portugal, pois a CGD “ é incontactável” e no país onde me encontro não existe qualquer filial, apenas me foi dito ser uma imposição do Banco de Portugal! Alguém me pode explicar? Desde já agradeço.
  • ojornaleiro
    22 jun, 2016 Escariz 12:33
    não entendo porque não aprovaram o meu comentario
  • Manuel Pimenta
    22 jun, 2016 Braga 11:42
    SILVIO, isso só acontecerá se tiver um cartão dual. Para quem tiver um simples cartão de débito, como a maior parte dos portugueses, a opção escolhida é perfeitamente irrelevante. "Visa Electron" e "MasterCard Maestro" são redes de débito directo e não permitem o parcelamento de pagamentos. Se calhar convinha que os meios de comunicação social fossem um bocadinho mais precisos do que um enganador, de tão genérico que é, "Escolher entre crédito e débito é uma nova opção disponível nos terminais de pagamento por multibanco"
  • Elvira Pontes
    22 jun, 2016 Portimão 10:09
    Kafkianas obrigações sem implicações para ninguém, excepto para quem determinou ou foi obrigado a determinar as obrigações..
  • Marisa
    22 jun, 2016 Sintra 10:03
    VISA ou MASTERCARD é a marca, quando diz VISA não significa que esteja a pagar a crédito, é um erro comum das pessoas que não está certo. Dizer que o seu cartão é VISA não significa que seja crédito, logo num cartão de debito vai-lhe aparecer pagamento VISA e o mesmo está correto é pago a DÉBITO
  • vitor gonçalves
    22 jun, 2016 coimbra 09:00
    BASTA de tratarem os idosos como se fossem PARVOS, IGNORANTES,etc há-de aparecer sempre "coitados dos velhos". Nós os idosos somos pela experiencia sempre mais atentos ás mudanças.
  • silvio
    21 jun, 2016 setubal 18:42
    «SEM implicações» Uma ova! É tanga. E eu não sou velhote nem analfabeto, tenho 36 anos e entendo de tecnologias. Quando fazemos pagamento não basta apenas fazer «ok, código, ok botão verde» pois a primeira opção de pagamento no topo é sempre VISA. Se clicarmos logo no «OK» ficou a opção VISA para pagamento, depois é descontado apenas no fim do mês e com juro %. Nós temos sempre que clicar na setinha do terminal multibanco para baixo para escolher a segunda opção «MULTIBANCO» e só então colocamos pin e OK
  • Jonas
    21 jun, 2016 Porto 13:53
    Uma Bosta. Só complicaram. As transacções só ficaram mais lentas.
  • Frank
    21 jun, 2016 Carnide 13:52
    A primeira opção de pagamento a aparecer no terminal devia ser multibanco e não Visa (com custo para o consumidor). Quem não souber vai pagar a taxa Visa e nem dá conta. Inacreditável como se faz uma alteração destas à socapa.
  • Miguel Madeira
    21 jun, 2016 Portimão 13:51
    Esta notícia começa por estar errada logo na abertura - não há nenhuma opção para "escolher entre débito e crédito"; como é dito mais à frente "A opção dada ao consumidor não é, portanto, entre a operação ser realizada a débito ou a crédito, mas sim com a marca Multibanco ou outra marca internacional. "

Destaques V+