Tempo
|
A+ / A-

Selecção Nacional

José Mourinho: "Entrou o Éder abençoado e foi uma vitória história"

22 jul, 2016 - 22:51

Treinador português elogia Fernando Santos pelo planeamento para o Euro 2016, que Portugal venceu, e a mentalidade e união dos jogadores.

A+ / A-

José Mourinho, elogiou o seleccionador Fernando Santos pela estratégia montada no Euro 2016 e a união que os jogadores demonstraram ao aceitar todas as decisões até à vitória final no Europeu.

"No futebol, as coisas não têm explicação. Às vezes é difícil encontrar uma explicação para a razão de Portugal não ter sido campeão em 2004 ou com a aquela equipa fantástica no Bélgica/Holanda ou porque não foi campeã no mundial. São perguntas que não conseguimos encontrar respostas", declarou o treinador português, em entrevista à SIC/Expresso.

"Neste Europeu, começo por dizer que, pela primeira vez na fase de grupos, a terceira equipa não era eliminada e alguma coisas jogou connosco. Não viemos como os perdedores do grupo, que poderíamos ter ganho, mas seguimos em frente", observou.

"Depois, após os resultados não terem sido bons, o grupo teve uma estabilidade emocional e um treinador calmo, inteligente que resistiu às pressões externas. Fernando Santos teve a sabedoria para modificar com o comboio em movimente e terminou com quatro, cinco ou seis jogadores que não eram titulares inicialmente. Ele teve esse mérito", afirmou o técnico do Manchester United.

José Mourinho elogiou, também, os jogadores portugueses. "Foi fantástico os jogadores a aceitarem todas as decisões do treinador. Ninguém ficava desiludido e existiu uma união muito grande no grupo", apontou.

"Na final, venceram, no aspecto mental, a França, que não foi capaz de aceitar a dificuldades de jogar em casa e ser favoritos. Eles tinham uma pressão acrescida. A equipa portuguesa tinha ideias claras e o mérito é de Fernando Santos e dos jogadores", afirmou o treinador.

"Na final, para além do lance de Gignac, não me recordo deles terem tremido. Entrou o Éder abençoado e foi uma vitória história. O futebol português já merecia e foram eles que ganharam, mas todos aqueles que passaram pela Selecção também sentiram", concluiu José Mourinho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+