Tempo
|
A+ / A-

Papa condena ataques. “Parece que a humanidade não aprendeu a lição”

01 nov, 2017 - 11:29

“Pedimos a Deus que converta os corações dos terroristas”, afirmou.

A+ / A-
Papa condena ataques. “Parece que a humanidade não aprendeu a lição”
Papa condena ataques. “Parece que a humanidade não aprendeu a lição”

O Papa Francisco condenou esta quarta-feira os últimos atentados que lançaram o terror e provocaram vários mortos no mundo.

“Estou profundamente entristecido com os ataques terroristas que, nestes dias, ocorreram na Somália, no Afeganistão e em Nova Iorque”, afirmou na sua mensagem para este Dia de Todos os Santos.

“As guerras não resultam noutra coisa que não sejam cemitérios e mortos”, sublinhou Francisco. “Daí que eu queira transmitir este sinal num momento em que a nossa humanidade parece dar sinais de que não aprendeu a lição. Ou que não quer aprender”, acrescentou.

Francisco pediu depois uma oração pelas vítimas e pelas suas famílias.

“Pedimos a Deus que converta os corações dos terroristas e liberte o mundo do ódio e de assassinatos loucos que abusam do nome de Deus para disseminar a morte”.

Na Somália, o atentado de 18 de Outubro matou mais de 300 pessoas em Mogadíscio. Os atacantes detonaram camiões armadilhados num antigo mercado e num hotel no movimentado centro da capital da Somália.

“Este acto terrorista merece a mais firme reprovação”, afirmou Francisco na altura.

Um dia antes, bombistas suicidas fizeram explodir carros armadilhados contra as instalações governamentais nas províncias de Paktia e Ghazni. Morreram mais de 70 pessoas e há registo de 170 feridos.

Na terça-feira, em Nova Iorque, um homem fez pelo menos oito mortos e vários feridos ao lançar-se numa carrinha de caixa aberta para uma via destinada a peões e bicicletas, junto ao Rio Hudson.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fanã
    01 nov, 2017 aveiro 16:04
    Á 2000 Anos que condenamos as atrocidades cometidas pela dita "humanidade" . Pessoalmente reconheço que a nossa raça , é a maior raça de predadores ao cimo da Terra , ou seja , o pior que há !
  • Mario
    01 nov, 2017 Portugal 13:11
    Mas qual Deus? o que nos manda para o inferno, ou aquele que nos manda matar em seu nome. Clarifique.....

Destaques V+