Tempo
|
A+ / A-

​Papa Francisco solidário com vítimas dos incêndios em Portugal

18 out, 2017 - 11:37 • Ângela Roque

Mensagem enviada ao presidente da Conferência Episcopal Portuguesa dá conta da preocupação do Papa com a tragédia que atingiu Portugal.

A+ / A-

O Papa Francisco segue com “profunda dor” as “dramáticas consequências” dos incêndios em Portugal, refere a mensagem de pesar enviada esta quarta-feira a D. Manuel Clemente, cardeal patriarca de Lisboa e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, pelo secretário de estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

A carta dá conta da preocupação e atenção do Papa, que está solidário com todas as vítimas.

O texto, a que a Renascença teve acesso, refere que Francisco pede a Deus que “console os atingidos pela tragédia nos afectos e nos seus bens, e inspire em todos sentimentos de esperança e solidariedade para superar a adversidade”.

O Papa incentiva ainda as “instituições e pessoas de boa vontade” a prestarem “ajuda eficaz” a quem precisa, “com espírito generoso e fraterno”. Pede, ainda, aos sacerdotes das dioceses portuguesas atingidas por esta tragédia que transmitam os seus “sentidos pêsames aos familiares dos defuntos”, assim como a sua proximidade e “unidade espiritual” aos que ficaram feridos e desalojados.

As centenas de incêndios que deflagraram, no domingo, no Norte e Centro de Portugal, o pior dia de fogos do ano, segundo as autoridades, provocaram pelo menos 41 mortos e 71 feridos, além de terem obrigado a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos este ano, depois de Pedrógão Grande, no Verão, um fogo que alastrou a outros municípios e que provocou 64 mortos e mais de 250 feridos.


Leia a mensagem na íntegra:

"EMMO Cardeal Dom Manuel Clemente
Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa

Profundamente adolorado pelas dramáticas consequências dos incêndios destes dias no centro-norte de Portugal, Santo Padre assegura sufrágios pelo eterno descanso dos falecidos e eleva preces ao Senhor pedindo que console os atingidos pela tragédia nos seus afetos e nos seus bens e inspire em todos sentimentos de esperança e solidariedade para superar a adversidade, ao mesmo tempo que anima instituições e pessoas de boa vontade a prestarem nestes momentos difíceis uma ajuda eficaz com espírito generoso e fraterno, sua santidade Papa Francisco pede aos pastores das várias dioceses envolvidas na tragédia que transmitam seus sentidos pêsames aos familiares dos defuntos e expressem aos feridos e desalojados sua solicitude e unidade espiritual em penhor do que lhes concede uma consoladora Bênção Apostólica.

Cardeal Pietro Parolin

Secretário do Estado de Sua Santidade"

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+