Tempo
|
A+ / A-

Eleito o novo patriarca da Igreja Católica Melquita

21 jun, 2017 - 18:58

Joseph Absi tem 71 anos e é natural da Síria. Substitui no cargo o patriarca Gregório III, que resignou e adoptou o nome Youssef.

A+ / A-

Foi eleito na quarta-feira o novo patriarca da Igreja Greco-Católica Melquita. Joseph Absi foi escolhido no segundo dia do sínodo daquela Igreja, que se reuniu no Líbano.

Absi tem 71 anos e nasceu em Damasco, na Síria e foi ordenado sacerdote em 1973 pela Sociedade Missionária de São Paulo. Até ser escolhido pelo sínodo era vigário patriarcal na Síria, isto é, representante do Patriarca anterior, Gregório III Laham. É presidente da Cáritas da Síria, pelo que está muito familiarizado com a guerra e os seus efeitos.

A Igreja Greco-Católica Melquita é uma Igreja de rito oriental, bizantino, que se encontra em comunhão plena com Roma e está presente sobretudo no Médio Oriente e entre a diáspora de países como o Líbano e a Síria em países ocidentais. No total a Igreja tem cerca de 1,500,000 membros.

Segundo a tradição, o novo Patriarca enviou logo na quarta-feira uma carta a solicitar comunhão ao Papa Francisco, a que este respondeu afirmativamente, e a informá-lo que tinha adoptado o nome Youssef. O seu nome e título oficiais são, agora, Youssef I, Patriarca de Antioquia e de Todo o Oriente, de Alexandria e de Jerusalém da Igreja Greco-Católica Melquita.

O patriarca Youssef toma conta da sua Igreja numa altura de grave crise, devido à guerra na Síria e à perseguição a que são sujeitos os cristãos no Médio Oriente, mas também terá o duro cargo de apaziguar a sua própria comunidade. Durante os últimos anos do patriarcado de Gregório tornaram-se notórias muitas divisões com vários bispos a apelar à resignação do seu patriarca, que acabou por ceder este ano.

Gregório era conhecido pelas suas posições pró-árabes e atitudes por vezes polémicas, culpando os países ocidentais pelo conflito no Médio Oriente e recusando qualquer separação entre muçulmanos e cristãos nos países árabes. Mas estas posições nem sempre reflectiam as dos seus bispos ou fiéis.

[Notícia actualizada quinta-feira às 13h11 com o nome oficial adoptado pelo novo patriarca]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • acudam-me
    21 jun, 2017 portug. 21:08
    Francamente, quando olhei para esta foto, pareciam-me pinguins !

Destaques V+