Tempo
|
A+ / A-

“Conversas em Altos Voos” reveladas em braille e áudio

18 mai, 2017 - 01:41 • Pedro Filipe Silva

Entrevista de Aura Miguel ao Papa Francisco está agora acessível a mais pessoas. A ideia partiu de Carlos Ferreira, responsável pela área de leitura para deficientes visuais da Biblioteca Nacional.

A+ / A-
“Conversas em Altos Voos” reveladas em braille e áudio - Reportagem de Pedro Filipe Silva
“Conversas em Altos Voos” reveladas em braille e áudio - Reportagem de Pedro Filipe Silva

As “Conversas em Altos Voos”, entre o Papa Francisco e jornalista da Renascença Aura Miguel, podem agora ser conhecidas e sentidas por quem não vê.

Depois do lançamento em Março do livro que revela detalhes inéditos das viagens com o Papa Francisco e que incluiu a entrevista que concedeu à Renascença em 2015, surge agora a versão braille e áudio.

A ideia partiu de Carlos Ferreira, responsável pela área de leitura para deficientes visuais da Biblioteca Nacional.

“Normalmente, as pessoas para ler precisam de olhos em bom estado e precisam de luz. Nós precisamos que alguém que tenha essas condições possa verbalizar o conteúdo do livro e nós ouvimos o livro, mas há livros que sempre que possível nós devemos lê-los. A leitura directa com o tacto, através do braille, permite-nos um acto de interiorização. Permite-nos ter uma assunção íntima do conteúdo do livro”, explica Carlos Ferreira.

Foi através de um telefonema para a Renascença que Aura Miguel recebeu a proposta de Carlos Ferreira.

A jornalista e autora vê nesta iniciativa o resultado da atenção que o Papa Francisco tem dado aos mais esquecidos.

“Este é mesmo o fruto do pontificado do Papa Francisco. É o Papa das periferias, é aquele que chama a atenção para os que dão menos nas vistas, passam mais discretamente que não enchem as primeiras páginas dos jornais. O Papa que está sempre a chamar a atenção que nas periferias há uma riqueza a que não se dá o devido valor. Tenho a mesma a certeza que o Papa ficará contente por saber que está escrito em braille”, afirma a vaticanista.

O livro em braille, dividido em dois volumes, está a partir de agora disponível para requisição na Biblioteca Nacional em Lisboa. A versão áudio pode ser replicada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+