Tempo
|
A+ / A-

Vice da Ordem dos Enfermeiros acusa bastonária de receber milhares de euros indevidamente

07 mar, 2017 - 19:17

Em declarações aos jornalistas no dia em que a sede da Ordem dos Enfermeiros foi alvo de buscas, Graça Machado comenta o caso e responde ao inquérito disciplinar de que foi alvo.

A+ / A-

A vice-presidente da Ordem dos Enfermeiros, Graça Machado, acusa a bastonária, Ana Rita Cavaco, de receber benefícios indevidamente e garante que tem documentos para o provar.

Em declarações aos jornalistas no dia em que a sede da Ordem dos Enfermeiros foi alvo de buscas, Graça Machado comenta o caso e responde ao inquérito disciplinar de que foi alvo.

“O que se passa aqui é que a senhora bastonária, durante algum tempo, andou a usufruiu de alguns quilómetros falseados, de algumas custas que não são realmente legais e eu aborreci-me com a situação e a senhora bastonária decidiu, simplesmente, difamar-me. Neste momento, temos em curso alguns processos-crime contra a bastonária e a Ordem dos Enfermeiros”, segundo a vice-presidente.

Graça Machado explica que apresentou documentos a confirmar a autorização de quilómetros fictícios.

“Apresentei folhas assinadas pela bastonária, por mim, pelo vice-presidente Luís Barreira, em que estavam autorizados os ditos quilómetros fictícios. Eu tenho as facturas da Via Verde onde o enfermeiro Luís Barreira passou várias vezes e que não correspondem às datas que ele afirma que teve as tais viagens. Eu tenho os extractos bancários da Ordem em que foram feitos os depósitos dos valores em causa não conta da senhora bastonária, na conta do vice-presidente e na conta dos presidentes das secções. O que é que isto é falso? Estão a brincar comigo”, atira a dirigente da Ordem dos Enfermeiros.

Graça Machado desafia a bastonária Ana Rita Cavaco a justificar a questão dos alegados quilómetros fictícios e a apresentar “despesas que comprovem 2.800 euros por mês” que recebia para gastos com viagens.

“Podem dizer que não, que é mentira, que ninguém fez quilómetros fictícios, ninguém fez folha nenhuma. Então como é que ela declara os 2.800 euros que ela recebeu todos os meses, mais o seu ordenado. Isto é importante esclarecer. Isto não é o ordenado, é um extra ao ordenado. Eu recebia o meu ordenado e recebia mais os 1.400 euros”, admite a vice-presidente da Ordem.

A Ordem dos Enfermeiros foi esta terça-feira alvo de buscas da Polícia Judiciária, de acordo com uma informação confirmada à Renascença pela própria bastonária, Ana Rita Cavaco.

Em causa está a suspeita de acumulação irregular de vencimentos da Ordem dos Enfermeiros e do Serviço Nacional de Saúde por parte da vice-presidente da instituição.

Sem querer prestar declarações gravadas, Ana Rita Cavaco confirmou à Renascença que foram abertos inquéritos disciplinares à vice-presidente e ao director financeiro da Ordem dos Enfermeiros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • maria fonseca
    26 mai, 2019 Porto 14:17
    Isto já nem parece uma Ordem parece mais uma chafarica!!!
  • Vitor Mendes
    16 mai, 2019 U. F. A. P. - Ferreira do Zêzere 19:26
    Espero que o ou os inquéritos que se prevê que sejam realizados, que o sejam no concreto, no sentido de se poder ficar a conhecer a realidade concreta. Mas, também desejo, que a serem feitos que seja em tempo razoável. Sinto que existe muita coisa por esclarecer e que deve ser devidamente esclarecido. Vou ficar a aguardar as possíveis novidades.
  • Pedro
    14 mai, 2019 Lisboa 22:24
    Este País está minado de gente que se aproveita das instituições. Autênticas sanguessugas. Abrem-se investigações, inquéritos, comissões etc,etc...o tempo passa, as pessoas esquecem (os políticos são hábeis neste jogo).Mas o que preocupa é o povo português. Acomodado a esta classe política da esq. á dta, não reage. E é este o problema. Consentimos que nos sobrecarreguem com impostos, para pagar e alimentar uma élite, que nos controla e amedronta. As tv's são a arma mais poderosa ao serviço deles.
  • António Ribeiro
    15 jan, 2018 Lisboa 00:18
    Começa a vingança sobre a ordem, após a verdade sobre as urgências e serviços pós internamento, teriam que lhe mover um processo disciplinar, vão inventar conotações políticas, vão inclusive chorar os enfermeiros que tiveram que imigrar, não por ganharem pouco em Portugal não senhor, mas sim por culpa da bastonário. Ficaram ofendidos pelas fotos do nojo que está o serviço hospitalar graças ás cativações, a merda das urgências continua igual, quem lá vai parar aprende na pele, e estes merdas "corruptos" dizem que é da gripe. É um filme tipo a baía dos PorcoS no seu melhor. 🌹💰🌹💰🌹💰🌹
  • Manuel Joao Morais R
    14 jan, 2018 Bragança 12:12
    É uma vergonha enfermeiros e enfermeiras terem de abandonar os filhos e para sobreviver foram obrigados a procurar trabalho na Europa para esses senhores brincarem com as cotas destes. Trabalhem e dêem o exemplo São pagos para isso.
  • Manuel Joao Morais R
    14 jan, 2018 Bragança 12:12
    É uma vergonha enfermeiros e enfermeiras terem de abandonar os filhos e para sobreviver foram obrigados a procurar trabalho na Europa para esses senhores brincarem com as cotas destes. Trabalhem e dêem o exemplo São pagos para isso.
  • Carlos Gonçalves
    10 jan, 2018 Seixal 22:05
    No tempo do passos/portas, que destruíram, entre outros serviços públicos, a saúde, esta fulana andou caladinha que nem um rato. Acordou agora para atirar areia para os olhos das pessoas!
  • jacinto duraes
    09 jan, 2018 porto 08:00
    Do wue dizem colegas da enfermagem a Ordem nao tem ordem.. A bastonaria para além de estar filiada no PSD e fazer parte da Comissao Politica procura denegrir a classe com atitudes prepotentes entrando em conflito com as colegas da direcao por atitudes irresponsaveis que faz permanentemente na comunicacao.Envia imagens para os orgaos da comunicacao para denegrir o SNS da qual faz parte e devia defender.As noticias que está implicada em xesvios nao é surpreendente segundo relata a sua Cice Presidente atendendo à vida wuw faz e ao que ganha em ordenado. Ficalize-se a sua actividade porwue confunde a partidarite com as responsabilidades que uma Bastonaria deve ter.
  • Gatunagem
    08 mar, 2017 coimbra 14:49
    Ralham as comadres , descobrem-se as verdades . O problema não está nas fraudes ( ? ) praticadas pela bastonária e pelo anterior bastonário, o problema está NO COMEM TODOS OU NAO COME NINGUEM ! É paga pelo profissionais uma taxa choruda para que ESTAS MÁFIAS ENGORDEM À FARTAZANA e que fazem estas MÁFIAS em beneficio dos ENFERMEIROS ! NAAADA ! Os enfermeiros continuam quase todos com o ordenado por actualizar, dado que são LICENCIADOS e muitos MESTRADOS, mantendo-se o ordenado de um mero enfermeiro. NEM ORDEM, NEM SINDICATOS se tem preocupado com esta questão, porque os enfermeiros licenciados e mestrados lhes vão enchendo os bolsos à custa dos miseráveis ordenados que auferem. CADEIA COM ELES E REPOSIÇAO DE TUDO O QUE ROUBARAM.
  • João Pacheco
    08 mar, 2017 Lisboa 00:03
    Ajudas de custos? Templates de kms? É o prato do dia em consultoras informáticas. Sim, aquelas que aparecem em listas das melhores empresas para trabalhar em Portugal, que dão vencimentos base mais baixos e depois pagam em seguros de capitalização, ajudas de custo com base em deslocações que nunca ocorreram, etc.

Destaques V+