A+ / A-

Papa em Fátima. ASAE já está no terreno para prevenir especulação de preços

10 fev, 2017 - 11:51 • Teresa Almeida

A operação "Centenário" foca-se em sectores como os da hotelaria, restauração e transportes, embora tenha um âmbito que inclui "genericamente, toda a actividade económica".
A+ / A-

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) já está no terreno para prevenir a especulação de preços durante a visita do Papa a Fátima.

A operação denomina-se "Centenário" e, de acordo com o inspector-geral da ASAE, Pedro Portugal Gaspar, foca-se em sectores como os da hotelaria, restauração e transportes, embora tenha um âmbito que inclui "genericamente, toda a actividade económica".

O terreno de actuação dos inspectores da ASAE não se confina a Fátima, abrangendo "uma área mais vasta", diz Pedro Portugal Gaspar à Renascença.

"Já estamos a desenvolver várias inspecções parciais, ao longo de todo o país, tendo como ponto central a convergência dos cidadãos para Fátima", explica o inspector-geral, revelando que "a primeira fase da operação termina no mês de Fevereiro".

Os trabalhos prosseguirão com "um aumento do caudal inspectivo, à medida que nos vamos aproximando da data".

Uma das dificuldades na detecção de casos de especulação ou de lucro ilegítimo prende-se com o facto de "estarmos no campo da oferta e da procura, não havendo uma indicação de preço tabelado ou preço fixo", mas as oscilações de preços devem ser alvo "de comunicações prévias de divulgação ao consumidor, de modo a que este não seja surpreendido".


guialiga19_20_banner
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.