Tempo
|
A+ / A-

Trump aceita reunir-se com líderes da NATO em Bruxelas

06 fev, 2017 - 07:22

A decisão foi tomada depois de um telefonema ao secretário-geral da Aliança, com quem discutiu “formas de incentivar os aliados a cumprir seus compromissos de defesa".

A+ / A-

Veja também:


O Presidente norte-americano aceitou reunir-se com os líderes da NATO, na Europa, em Maio. O encontro foi combinado numa conversa por telefone com o secretário-geral da Aliança Atlântica, Jens Stoltenberg.

Donald Trump tem manifestado a intenção de desinvestir nas organizações internacionais, como a NATO e as Nações Unidas, e foi eleito com a promessa de levar os membros da Aliança a aumentar a sua contribuição, de modo a aliviar o “fardo” financeiro dos Estados Unidos.

A afirmação do então candidato à Casa Branca causou desconforto entre os republicanos (partido que apoiou a sua candidatura) e os democratas, temendo-se que o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, pudesse aproveitar-se da situação.

Mas quando Donald Trump recebeu a primeira-ministra britânica, no final de Janeiro, em Washington, garantiu estar 100% empenhado na Aliança Atlântica.

No comunicado divulgado no domingo à noite, a Casa Branca anuncia que “o Presidente Trump concordou em participar na cimeira da NATO na Europa, em Maio” e afirma que Trump e Stoltenberg discutiram, ao telefone, “formas de incentivar os aliados da NATO a cumprir seus compromissos de financiamento da defesa".

Os dois líderes debateram ainda “uma possível solução pacífica para o conflito da fronteira ucraniana”.

Na última semana, intensificaram-se as hostilidades entre os militares ucranianos e os separatistas apoiados pela Rússia. Mais de 40 pessoas morreram.

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Adelino Cadete
    06 fev, 2017 Condeixa-a-Nova 09:52
    Deve ser para ditar as suas ordens. E quem não aceitar vai ter um muro a separá-los da América First! Quanto tempo teremos nós de carregar com este atrasado mental?

Destaques V+