A+ / A-

Artur Soares Dias apresentou queixa na Polícia

05 jan, 2017 - 21:14

O árbitro portuense que foi vítima de ameaças de morte esta quinta-feira, formalizou uma queixa contra desconhecidos.
A+ / A-

O árbitro internacional português decidiu apresentar queixa contra desconhecidos depois do episódio ocorrido na quinta-feira à tarde na Maia quando se preparava para treinar.

Como Bola Branca noticiou, Artur Soares Dias foi ameaçado de morte, alegadamente por elementos ligados aos Super Dragões, situação que motivou um reforço policial no complexo desportivo.

O juiz está nomeado para apitar o Paços de Ferreira - FC Porto do próximo sábado, a contar para a 16.ª jornada do campeonato português.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • observer
    05 jan, 2017 aqui 22:18
    Este boy do apito finalmente teve um acto de contrição depois de tantas culpas no cartório, foi-se entregar voluntariamente à PSP, depois de décadas das habituais, usuais e infinitas desculpas esfarrapadas de que "errar é humano sempre em prejuízo dos mesmo" mas sempre com os graves atropelos à verdade desportiva e consequente distorção dos resultados dos jogos em beneficio sempre para o mesmo lado do clube dos amigalhaços dos vouchers. ?!?!? . Como ?!? estou a entender mal e a noticia não é esta a que me estou a referir ?!?, Há pois eu logo vi que estava ler o texto ao contrário, as minhas desculpas p.f.f., porque sendo assim estamos todos muito mais "tranquilos" porque continua tudo normal e na mesma e na paz do colinho da "APAFICA". E sendo assim siga a dança o folclore e o forró para alegria da seita do sistema reinante
  • vitor
    05 jan, 2017 lisboa 21:58
    Se o caso apito dourado não deu em nada assim como um vice-presidente que coloca dinheiro na conta de um árbitro, é lógico que agora vale tudo.