Tempo
|
A+ / A-

Encontrada caixa negra do avião militar russo que caiu no Mar Negro

27 dez, 2016 - 06:59

O sistema de registo de voz e dados do aparelho será enviado para a Moscovo para ser analisado.

A+ / A-

Foi encontrada no Mar Negro uma das caixas negras do avião russo que se despenhou no Mar Negro na madrugada do dia de Natal. A notícia é avançada pela Reuters, que cita a agência de notícias russa Tass.

A caixa negra (sistema de registo de voz e dados) será enviada para a Moscovo para ser analisada.

O avião militar caiu dois minutos depois de descolar, em Sochi, com 84 passageiros e oito membros da tripulação a bordo, que se acredita não terem sobrevivido. O destino final era a base russa Hmeimim, na costa da cidade síria de Latakia.

Entre os passageiros estavam 64 membros do coro militar russo Ensemble Alexandrov e presidente da fundação "Ajuda Justa", Elizaveta Glinka, uma conhecida filantropa russa que acompanhava um carregamento humanitário destinado a um hospital sírio.

O ministro dos Transportes russo já veio dizer que o acidente deverá ter sido causado por erro do piloto ou falha técnica e não devido a terrorismo.

O Presidente russo, Vladimir Putin, ordenou a formação de uma comissão de inquérito dirigida pelo primeiro-ministro, Dmitri Medvedev. O chefe de Estado russo afirmou que será feita "uma investigação exaustiva" para apurar as causas do acidente e que "tudo será feito para apoiar os familiares das vítimas".

Na sequência do incidente, a Rússia decidiu suspender a actividade de todos os Tupolev-154 ao serviços das Forças Armadas russas, até que esteja esclarecido o que esteve na origem da queda do avião.

Dia de Luto na Rússia pelos 92 passageiros do avião que seguia para a Síria
Dia de Luto na Rússia pelos 92 passageiros do avião que seguia para a Síria
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Sofia
    27 dez, 2016 Lisboa 08:39
    "O sistema de registo de voz e dados do aparelho será enviado para a Moscovo para ser analisado." "A caixa negra (sistema de registo de voz e dados) será enviada para a Moscovo para ser analisada." Para a Moscovo? Estas gaffes...